O TURISMO DE SAÚDE E BEM-ESTAR

Susana Maria Pereira da Silva

O Programa PROVERE


No âmbito do QREN, desenvolveu-se o PROVERE1 , uma das Estratégias de Eficiência Coletiva (EEC) nas quais se insere a “Valorização das Estâncias Termais da Região Centro2” que, numa lógica de rede, pretende desenvolver um conjunto de intervenções que visam potenciar a valorização económica e social dos recursos hídricos (estâncias termais), posicionando a região Centro em segmentos de mercado de elevado valor acrescentado e com procuras internacionais dinâmicas, no contexto de uma gestão sustentável e respeitadora dos valores ambientais, capaz de promover a fixação da população e criação de emprego e riqueza, contribuindo para uma imagem do turismo de saúde e bem-estar capaz de se promover a nível nacional e internacional. Os objetivos estratégicos preconizados pelo programa passam por:

Esta EEC abrange dezasseis das vinte estâncias termais do Centro: Curia, Vale da Mó, Luso, Monfortinho, Sangemil, Alcafache, Fonte Santa, Caldas da Rainha, Cró, São Pedro do Sul, Carvalhal, Salgadas, Manteigas, Felgueira, Longroiva e Vimeiro. É composta por projetos âncora e complementares todavia, no quadro 16, estão dispostos apenas os projetos referentes às estâncias termais em estudo que, incidem sobretudo em ações do foro estrutural e ao nível imaterial, tanto no que concerne à valorização e promoção de uma imagem do produto de saúde e bem-estar turisticamente atrativa, como à formação e animação termal. Não obstante os projetos transversais a todas, não se registam quaisquer projetos específicos para as termas da Cavaca (Viseu/Dão-Lafões) e Ladeira de Envendos (Castelo Branco/NaturTejo).
Já foi encetado o processo de candidatura de alguns projetos aos programas de financiamento, dos quais se destacam os projetos para Felgueiras e Luso que já foram entretanto aprovados.
Para a concretização deste programa de ação está previsto um investimento total de 240.420.201€ repartidos pelos projetos âncora (44) com 133.122.647€ e projetos complementares (38) com 107.297.554€. A maior fatia do investimento total provém da iniciativa privada com 199.027.863€.
A grande maioria dos projetos insere-se no âmbito do POR Centro sendo em menor número aqueles que são abrangidos pelos PO Fatores de Competitividade, PO Valorização do Território e PO Potencial Humano (ATP, 2008; CCDRC, op. cit.).


1

O PROVERE – Programa de Valorização Económica dos Recursos Endógenos, é um instrumento desenvolvido pelo Ministério do Ambiente, Ordenamento do Território e do Desenvolvimento Regional que procura estimular iniciativas dos agentes económicos orientadas para a melhoria da competitividade territorial de áreas de baixa densidade que visem dar valor económico a recursos endógenos do território como os recursos naturais, património histórico, saberes tradicionais, entre outros (informação disponibilizada no endereço eletrónico www.maiscentro.qren.pt, a 06/02/2010).

2 A Associação das Termas de Portugal é a promotora. Para além deste, na Região Centro foram aprovados os seguintes PROVERES: Villa Sicó – Valorização económica dos espaços da Romanização, Buy Nature – Turismo sustentável em áreas classificadas, Aldeias Históricas – Valorização do património judaico, Turismo e património do Vale do Coa, Beira Baixa – terras de excelência, Rede de Aldeias do Xisto, Mercados do Tejo (informação disponibilizada no endereço eletrónico www.maiscentro.qren.pt, a 06/02/2010).

Volver al índice

Enciclopedia Virtual
Tienda
Libros Recomendados


1647 - Investigaciones socioambientales, educativas y humanísticas para el medio rural
Por: Miguel Ángel Sámano Rentería y Ramón Rivera Espinosa. (Coordinadores)

Este libro es producto del trabajo desarrollado por un grupo interdisciplinario de investigadores integrantes del Instituto de Investigaciones Socioambientales, Educativas y Humanísticas para el Medio Rural (IISEHMER).
Libro gratis
Congresos

17 al 31 de enero
I Congreso Virtual Internacional sobre

Economía Social y Desarrollo Local Sostenible

15 al 28 de febrero
III Congreso Virtual Internacional sobre

Desafíos de las empresas del siglo XXI

Enlaces Rápidos

Fundación Inca Garcilaso
Enciclopedia y Biblioteca virtual sobre economía
Universidad de Málaga