O TURISMO DE SAÚDE E BEM-ESTAR

Susana Maria Pereira da Silva

Indicações terapêuticas


Tendo em conta as principais características hidrológicas deste conjunto de estâncias1 , a grande maioria está vocacionada para doenças do foro reumatológico e musculo-esquelético seguidas das doenças do aparelho respiratório, constituindo estas, a principal motivação da procura termal. Em termos médios cada estância está vocacionada para o tratamento de 3 a 4 patologias.

Frequência termal e proveitos


A frequência termal é liderada pelas termas de S. Pedro do Sul com cerca de 47% do total da frequência e 54% do total dos proveitos da região TCP, já Vale da Mó detém uma frequência e proveitos algo residuais quando comparados com os restantes valores (quadro 19). Em termos de proveitos médios destaca-se as termas da Felgueira com um custo superior aos restantes estabelecimentos, auferindo 379,3 euros por pessoa.
Regista-se ainda uma quebra bastante significativa, nos dois itens, neste conjunto, demarcando-se o Luso com -86,7% de inscrições e -85,1% dos proveitos, justificado pelas obras de remodelação que sofreu estando aberta apenas por 2 meses.
De referir que o conjunto das termas da região TCP detém 51% do total da frequência nacional assim como 55% dos proveitos totais registando uma média por pessoa (243,4 euros) superior à média nacional, sublinhando a grande capacidade competitiva que esta região demonstra face às restantes.


Vertente de saúde e bem-estar


Face à complexificação da atividade turística em geral e termal em particular, tendo em conta o caráter oscilatório e sazonal e a urgência em dar resposta às necessidades da sociedade atual, as estâncias termais congregam não só serviços terapêuticos de cura clássica, mas alargam-se aos programas de saúde e bem-estar.
No conjunto das 11 termas, atualmente, apenas 2 (Ladeira de Envendos e Vale da Mó) não desenvolvem programas de saúde e bem-estar em muito motivado pelas próprias características infraestruturais e equipamentos diretos e indiretos que possuem. As restantes apresentam uma gama mais ou menos diversificada de serviços de saúde e bem-estar que oscilam entre tratamentos pontuais ou programas mais alargados (fim de semana, 1-3 dias, 5 dias, 7 dias) e específicos ao nível do corpo e mente com especial incisão nos programas antisstress e beleza e estética (quadro 20).
Em algumas estâncias, este serviço de saúde e bem-estar é ainda enriquecido com a oferta da dimensão de recreio e lazer, contribuindo para o desenvolvimento da vertente turística das mesmas, e que passa fundamentalmente por passeios turísticos pela região, passeios e percursos pela natureza envolvente (parques, áreas de montanha, margens dos rios), circuitos, atividades desportivas (ténis, natação, circuitos de manutenção, golfe), entre outros.
Relativamente à frequência verifica-se, em termos gerais, uma tendência crescente nos últimos anos que decorre da crescente importância deste segmento sendo evidente uma aposta neste sentido, até porque pode constituir um caminho privilegiado para o combate da sazonalidade que impera neste conjunto de estâncias.

A imagem turística das estâncias e territórios termais - a informação disponível ao turista


O marketing e publicidade são componentes indispensáveis na promoção de uma imagem turística atrativa de qualquer produto.
No caso das estâncias termais em estudo, as estratégias de clienting que usam para promover a sua imagem, a nível nacional, recaem principalmente sobre a promoção nomeadamente através das páginas de internet, brochuras, postos de turismo e relações com outros elementos do cluster termal, no qual se salientam os hotéis. Refere-se ainda a importância da participação em feiras e certames muito embora se resumam a participações quase exclusivamente nacionais, sendo residual a participação em eventos termais a nível internacional.
Enquanto fonte de informação sobre destinos e produtos turísticos, o canal online é um veículo privilegiado2 . Por isso, achou-se pertinente analisar a informação que as estâncias termais têm disponibilizado ao turista através da internet, nomeadamente através da sua página oficial (quando existente).
Na área de influência do TCP, 9 das 11 estâncias termais, têm uma página oficial na internet, mas nem todas fazem um uso otimizado desta ferramenta como meio privilegiado de divulgação e promoção dos seus produtos para cultivarem uma imagem turisticamente atrativa, e como meio de acesso a potenciais mercados.
Esta análise mostra que, em alguns casos, a informação disponibilizada pelos endereços eletrónicos das termas é deficiente em determinados parâmetros e pouco elucidativa. Também a informação disponibilizada pelo site da Associação das Termas de Portugal, onde é congregada diversa informação das suas associadas (a maior parte das termas portuguesas), não prima pela qualidade estando bastante desatualizada e incompleta, o que afeta de forma negativa a imagem do destino.


1

Bicarbonatada sódica, cloretada sódica, sulfatada cálcica, silicatada, sulfidratada, hipossalina, hipersalina, magnesiana, ferruginosa, sulfúrea, fluoretada e francamente mineralizada (TCP, op. cit.).

2 Segunda posição no inquérito sobre a fonte de informação sobre férias (verão de 2006) com 24% (MEI, op. cit.).

Volver al índice

Enciclopedia Virtual
Tienda
Libros Recomendados


1647 - Investigaciones socioambientales, educativas y humanísticas para el medio rural
Por: Miguel Ángel Sámano Rentería y Ramón Rivera Espinosa. (Coordinadores)

Este libro es producto del trabajo desarrollado por un grupo interdisciplinario de investigadores integrantes del Instituto de Investigaciones Socioambientales, Educativas y Humanísticas para el Medio Rural (IISEHMER).
Libro gratis
Congresos

17 al 31 de enero
I Congreso Virtual Internacional sobre

Economía Social y Desarrollo Local Sostenible

15 al 28 de febrero
III Congreso Virtual Internacional sobre

Desafíos de las empresas del siglo XXI

15 al 29 de marzo
III Congreso Virtual Internacional sobre

La Educación en el siglo XXI

Enlaces Rápidos

Fundación Inca Garcilaso
Enciclopedia y Biblioteca virtual sobre economía
Universidad de Málaga