CONSERVAÇÃO IN VITRO E EX SITU E VALORIZAÇÃO DE ENDEMISMOS IBÉRICOS DAS APIACEAE PORTUGUESAS

Ana Cristina Pessoa Tavares dos Santos

Extração, caracterização e bioatividade dos óleos essenciais

Material vegetal e isolamento dos óleos essenciais

Foram estudados os óleos essenciais dos taxa Daucus carota subsp. halophilus, Distichoselinum tenuifolium, Seseli montanum subsp. peixotoanum, Eryngium duriaei e Thapsia minor, em plantas recolhidas de acordo com os dados da Tabela 6.
Após a colheita, o material vegetal foi seco ao ar e no escuro.
Os óleos foram caracterizados em termos químicos e em termos de atividade biológica, como será descrito nas secções seguintes.

Tabela 6: Dados da colheita do material vegetal para estudo dos óleos essenciais.


Taxa

Local de colheita

Tipo de material/época de colheita

Nº espécie voucher COI

Daucus carota subsp. halophilus

Cabo de S. Vicente e Arrifana.

Floração: amostra 1 e amostra 3 - abril.
Frutificação: amostra 2 e amostra 4 - junho.

Cabo S. Vicente COI00033066; Arrifana COI00033067.

Daucus carota subsp. gummifer

Nazaré, Praia do Norte e S. Pedro de Moel.

Frutificação - julho.

Ver anexo I

Daucus carota subsp. carota

Póvoa da Lomba e Meãs do Campo.

Frutificação - julho.

Ver anexo I

Daucus carota subsp. maximus

Cartuxa e Montemor-o-Novo.

Frutificação - julho.

Ver anexo I

Distichoselinum tenuifolium

Moncarapacho (Faro) e Burgau (Lagos).

Floração: amostra 1-Moncarapacho e amostra 3- Burgau - julho.
Frutificação: amostra 2- Moncarapacho e amostra 4- Burgau - agosto.

Moncarapacho COI00005906; Burgau COI00005905.

Seseli montanum subsp. peixotoanum

Trás-os-Montes, Bragança (Samil) e Alimonde.

Frutificação: amostra 1-
Samil e amostra 2- Alimonde - setembro a novembro.

Alimonde- ACTavares 108 (COI); Samil- ACTavares 109 (COI)

Eryngium duriaei

Parque Nacional Gerês, Margaraça, Colcurinho, Serra da Estrela.

Parte aérea da planta, frutificada - setembro a novembro.

Ver anexo I

Thapsia minor

Douro Litoral (Queimadela) e Beira Litoral (Mucelão).

Parte aérea da planta, frutificada - amostra 1 – Queimadela e amostra 2 Mucelão - julho.

Ver anexo I

O material vegetal destinado à preparação de óleos essenciais foi submetido a uma secagem moderada, por acondicionamento em local arejado, à temperatura ambiente e ao abrigo da luz, durante cinco a sete dias, até atingir teor de humidade entre 10 e 15%. Foi cuidadosamente mondado a fim de eliminar matérias estranhas e, se justificável, rejeitar partes lenhosas ou separar sub-amostras de distintos órgãos da planta.
Os óleos essenciais foram isolados por hidrodestilação durante 3h utilizando um aparelho de tipo Clevenger, de acordo com o procedimento descrito na Farmacopeia Europeia (Council of Europe, 1997). Os óleos foram armazenados em frascos escurecidos, a 4º C, para os ensaios ulteriores.

Página anterior

Volver al índice

Página siguiente

Volver al índice

Enciclopedia Virtual
Tienda
Libros Recomendados


1647 - Investigaciones socioambientales, educativas y humanísticas para el medio rural
Por: Miguel Ángel Sámano Rentería y Ramón Rivera Espinosa. (Coordinadores)

Este libro es producto del trabajo desarrollado por un grupo interdisciplinario de investigadores integrantes del Instituto de Investigaciones Socioambientales, Educativas y Humanísticas para el Medio Rural (IISEHMER).
Libro gratis
Congresos

17 al 31 de enero
I Congreso Virtual Internacional sobre

Economía Social y Desarrollo Local Sostenible

15 al 28 de febrero
III Congreso Virtual Internacional sobre

Desafíos de las empresas del siglo XXI

15 al 29 de marzo
III Congreso Virtual Internacional sobre

La Educación en el siglo XXI

Enlaces Rápidos

Fundación Inca Garcilaso
Enciclopedia y Biblioteca virtual sobre economía
Universidad de Málaga