A visão estratégica do Terceiro Setor, sua formação e atuação na gestão de projetos sociais: Um estudo de caso na Fundação Arte de Educar Amazônia.

A visão estratégica do Terceiro Setor, sua formação e atuação na gestão de projetos sociais: Um estudo de caso na Fundação Arte de Educar Amazônia.

Vanessa Mesquita De Souza

Volver al índice

DESCRIÇÃO E ANÁLISE DOS DADOS

4.1 CARACTERIZAÇÃO DA EMPRESA

A Fundação Arte de Educar Amazônia foi criada em junho de 2008, por uma iniciativa do empresário Elpidio Alves Pinheiro, onde se motivou a contribuir socialmente para educação no Norte do país.

O programa adotado pelo empresário para nortear o projeto educacional da Fundação é “Cultivando a Cultura de Paz na Educação Infantil no Norte do Brasil”, que tem como objetivo a construção da cultura de paz entendida como uma nova maneira de sentir, pensar e agir da sociedade, na perspectiva de garantias e defesas dos direitos humanos. Tem como suporte do processo educativo, o desenvolvimento, ampliação e a manutenção de valores que possam dar subsídios direito à vida e a dignidade humana.

A principal ação desenvolvida pela fundação é a Creche Casulo, localizada na, localizada na Rua Santa Fé, nº 74- Icuí-Guajará, Ananindeua-PA. A creche atua na área de Educação Infantil, atendendo gratuitamente e em regime integral 126 crianças da comunidade de 2 a 6 anos e seus familiares, que vivem em situação de vulnerabilidade pessoal e risco social. A proposta do projeto foi inspirada nos pressupostos da Pedagogia Waldorf (um mesmo assunto é abordado várias vezes durante o ciclo escolar, mas nunca da mesma maneira, e sempre respeitando a capacidade de compreensão da criança), visa o desenvolvimento integral das crianças, tendo como eixo fundamental seu sentir, pensar e agir, atuando em 4 eixos fundamentais: acolhimento afetivo, alimentação adequada e saudável, ambientes de interações sociais com vivencias de valorização da individualidade na coletividade e de movimentos (brincadeiras) e descanso.

As bases de sustentação deste trabalho são o Programa de Formação Continuada de seus educadores, o acompanhamento, a orientação e formação das famílias envolvidas. Além disso, a Creche Casulo também visa inspirar outras instituições a contribuírem socialmente em projetos de educação integral para a construção da Cultura de Paz.

A Fundação possui uma missão, visão e valores que agregam uma relevância no desenvolvimento dos projetos.

Missão: Contribuir para a transformação da sociedade, por meio da Cultura de Paz e da valorização da dimensão integral do ser humano, atuando na formação de bases sólidas na Primeira Infância, propiciando a ampliação da consciência e o despertar da amorosidade dos indivíduos.

Visão: Ser reconhecida como uma instituição que contribui para a transformação da sociedade, por meio da Cultura de Paz e da valorização da dimensão integral do ser humano, atuando na formação de bases solida na Primeira Infância, propiciando a ampliação da consciência e o despertar da amorosidade dos indivíduos.

Valores:

  • Valorização do ser humano na dimensão à luz do amor;

  • Transparência e ética nas relações;

  • Acolhimento da essência de cada ser, respeitando a diversidade;

  • Comprometimento com os direitos fundamentais da criança;

  • Ênfase na simplicidade.

Em junho de 2008 a Creche Casulo recebeu o seu registro formal do Ministério Público do Pará durante um longo período a creche passou pelo processo de construção e seleção das crianças que seriam atendidas na creche, em outubro de 2009 iniciou-se as atividades da creche. No ano de 2010 no mês de setembro a creche recebeu do Conselho Municipal de Educação a autorização para funcionamento da creche e em fevereiro de 2011 a Fundação Arte de Educar Cogente é reconhecida pelo Ministério Público como OSCIP.