O TURISMO DE SAÚDE E BEM-ESTAR

Susana Maria Pereira da Silva

1.5. Estrutura do relatório


O presente trabalho está estruturado em cinco grandes partes: a introdução, o enquadramento conceptual/teórico, o diagnóstico estratégico, o plano de ação e a conclusão. Em anexo está organizada a Situação de Referência (Anexo I), o Plano de Ação (Anexo II) e os Questionários (Anexo III).
A parte inicial apresenta a temática de trabalho, os objetivos da investigação, a metodologia privilegiada assim como a sua estrutura organizativa.
A segunda parte debruça-se sobre a problematização da esfera temática termal, a importância do turismo de base termal e as suas atuais especificidades no seio da atividade turística global, definindo-se ainda o produto de saúde e bem-estar em Portugal, ao nível da sua constituição e evolução, enfatizando o segmento das estâncias termais, recurso base e justificação da elaboração deste trabalho.
A terceira parte marca a transição da análise teórica para o estudo de caso, sendo que num primeiro momento foi realizada uma análise ao nível do contexto externo europeu do turismo de saúde e bem-estar, onde se identificaram alguns dos exemplos de boas práticas e organização, enquadrou-se as termas nas estratégias de desenvolvimento territorial e nos principais programas orientados para o desenvolvimento termal e foi elaborada uma análise a diferentes escalas (nacional e regional) da dinâmica atual das estâncias termais.
Num segundo momento foram analisados os principais resultados dos inquéritos por questionário aos gestores/administradores das estâncias termais, o que permitiu conhecer a sua opinião quanto à atividade turística termal em geral e em particular e demarcar as principais tendências de resposta. Foi ainda avaliada a competitividade do produto de saúde e bem-estar através da observação das suas principais potencialidades, oportunidades, constrangimentos e ameaças, ao nível da região TCP e especificamente de cada realidade, uma resenha que espelhou igualmente os resultados dos questionários e entrevistas e também das visitas realizadas às estâncias termais.
Na quarta parte são apresentados a visão e objetivos estratégicos e é materializada num plano de ação a estratégia global e individual para as estâncias termais da região TCP, fruto dos resultados da fase de avaliação e diagnóstico que se estrutura em eixos estratégicos, projetos âncora, medidas e ações estratégicas. Um trabalho que pretende apontar caminhos para o desenvolvimento de cada estância.
Na última parte deste relatório são apresentadas as principais conclusões e uma síntese das principais reflexões que transpareceram ao longo desta investigação.
O anexo I dá corpo à análise feita ao território com base em parâmetros demográficos, económicos e turísticos que, conjuntamente com a análise SWOT elaborada, constitui a base da elaboração do Plano de Ação apresentado no anexo II. No anexo III são apresentados os inquéritos enviados aos gestores/administradores das termas em estudo assim como aos diversos serviços turísticos dos territórios termais.

Volver al índice

Enciclopedia Virtual
Tienda
Libros Recomendados


1647 - Investigaciones socioambientales, educativas y humanísticas para el medio rural
Por: Miguel Ángel Sámano Rentería y Ramón Rivera Espinosa. (Coordinadores)

Este libro es producto del trabajo desarrollado por un grupo interdisciplinario de investigadores integrantes del Instituto de Investigaciones Socioambientales, Educativas y Humanísticas para el Medio Rural (IISEHMER).
Libro gratis
Congresos

17 al 31 de enero
I Congreso Virtual Internacional sobre

Economía Social y Desarrollo Local Sostenible

15 al 28 de febrero
III Congreso Virtual Internacional sobre

Desafíos de las empresas del siglo XXI

Enlaces Rápidos

Fundación Inca Garcilaso
Enciclopedia y Biblioteca virtual sobre economía
Universidad de Málaga