CONSERVAÇÃO IN VITRO E EX SITU E VALORIZAÇÃO DE ENDEMISMOS IBÉRICOS DAS APIACEAE PORTUGUESAS

Ana Cristina Pessoa Tavares dos Santos

Cultura ex situ

Plantas dos taxa Daucus, Angelica, Distichoselinum e Seseli obtidas in vitro foram transferidas para aclimatização na câmara de cultura em vasos contendo uma mistura (1:1) de terra de jardim e areia (v/v). Numa primeira fase permaneceram em câmara climatizada (fitotrão) com proteção de cobertura plástica, retirada após uma semana. Após 2 a 4 meses nestas condições, foram transferidas para condições de exterior, sendo instaladas nos viveiros do Jardim Botânico ou na escola Médica do Jardim Botânico.
O número de plantas formadas foi contabilizado aquando do envasamento, na primeira fase de aclimatação em estufa – fitotrão.
O número de plântulas a transferir para condições de exterior foi depois avaliado após 2 a 4 meses de cultura, dependendo da época do ano em que as plantas estavam em condições de aclimatação no exterior.

Página anterior

Volver al índice

Página siguiente

Volver al índice

Enciclopedia Virtual
Tienda
Libros Recomendados


1647 - Investigaciones socioambientales, educativas y humanísticas para el medio rural
Por: Miguel Ángel Sámano Rentería y Ramón Rivera Espinosa. (Coordinadores)

Este libro es producto del trabajo desarrollado por un grupo interdisciplinario de investigadores integrantes del Instituto de Investigaciones Socioambientales, Educativas y Humanísticas para el Medio Rural (IISEHMER).
Libro gratis
Congresos

17 al 31 de enero
I Congreso Virtual Internacional sobre

Economía Social y Desarrollo Local Sostenible

15 al 28 de febrero
III Congreso Virtual Internacional sobre

Desafíos de las empresas del siglo XXI

Enlaces Rápidos

Fundación Inca Garcilaso
Enciclopedia y Biblioteca virtual sobre economía
Universidad de Málaga