GEOTECNOLOGIAS E O PLANEJAMENTO DA AGRICULTURA DE ENERGIA

Heloísa Rodrigues Nascimento
Yolanda Vieira de Abreu

2.4.5 Biodiesel no Estado do Tocantins

O Estado do Tocantins reúne todas as condições para a produção de biodiesel, destacando-se a abundância dos recursos hídricos, as chuvas regulares e a vontade política de trazer grandes investimentos para o Estado. O Governo do Estado oferece incentivos fiscais às usinas por meio do Proindústria, que possibilita a aquisição de equipamentos de alta tecnologia, e está oferecendo também assistência técnica aos pequenos produtores agrícolas por meio da Seagro – Secretaria Estadual de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, e do Ruraltins – Instituto de Desenvolvimento Rural do Tocantins (SEAGRO, 2008).

Segundo a ANP (2010), no ano de 2009 no Brasil foram produzidos 1.608.053 m³ de biodiesel. Para a produção de biodiesel o Estado do Tocantins possui duas usinas de produção sendo elas, a Brasil Ecodiesel – Unidade de Porto Nacional e Biotins-Energia, sendo que a primeira produziu no ano de 2009 cerca de 28.659 m³ e a segunda produziu cerca de 4.889m³ de biodiesel.

A Biotins está localizada no Parque Agroindustrial na BR-153 no Km 480, no município de Paraíso do Tocantins - TO. As atividades desta usina foram iniciadas em dezembro de 2007, numa primeira etapa, até a produção efetiva do pinhão manso, a usina vai utilizar materiais como sebo bovino, óleo de soja e outros disponíveis (RENOVATO, 2007).

Para viabilizar o empreendimento e garantir o fornecimento de matéria-prima, a Biotins efetuou o plantio de 2 mil hectares de pinhão manso, na Fazenda Bacaba, no município de Caseara-TO. Para ampliar a área de plantio a empresa está fazendo contrato de aquisição de áreas agricultáveis com agricultores familiares em assentamentos rurais por um período de 10 anos, inserindo esse segmento no processo produtivo da matéria-prima, gerando emprego e renda (RENOVATO, 2007).

Por enquanto, o biodiesel produzido a partir de pinhão manso corresponde a 10% da produção da Biotins. Os outros 90% são produzidos a partir do óleo de soja (DIAS, 2010). Segundo a ANP (2010), a Biotins possui capacidade autorizada de 81m³/dia, e a rota tecnológica utilizada para produção de biodiesel é a metílica (NETO, 2008).

A Brasil Ecodiesel iniciou a elaboração de seu projeto para produção de biodiesel em março de 2003. A unidade de Porto Nacional foi inaugurada em maio de 2007, sendo esta uma unidade de transesterificação. Esta usina possui capacidade de produção de 118.800m³ de biodiesel por ano, e está localizada as margens da rodovia TO-050, próxima ao Rio Tocantins e da futura expansão da Ferrovia Norte-Sul (BRASIL ECODIESEL, 2008).

Segundo a ANP (2010), a Brasil Ecodiesel – unidade de Porto Nacional possui capacidade autorizada de 360 m³ por dia. Sendo que utiliza a rota tecnológica para sua produção a metílica ou etílica e como matéria-prima a mamona, soja, algodão, girassol e pinhão manso (NETO, 2008).

Atualmente, as duas indústrias de biodiesel em atividade no Tocantins têm utilizado o óleo de soja para a produção de biodiesel. O óleo utilizado é adquirido no mercado, diretamente das indústrias esmagadoras, principalmente da região Centro-Oeste. A apuração do seu custo não apresenta maiores dificuldades, pois a cadeia produtiva da soja está bem organizada, a produtividade é homogênea em todas as regiões brasileiras onde ela é cultivada e os preços são definidos pelo mercado internacional. A produção de soja no Tocantins não está vinculada à produção de biodiesel (LUNKES, 2009).

A maior parte da soja produzida no Tocantins atualmente é vendida in natura, e devido ao fato de não estar vinculada à produção de biodiesel isso não significa que no futuro usinas produtoras de biodiesel se interessem em adquirir soja tocantinense. Deve-se destacar que atualmente a Bunge está plantando cana-de-açúcar para a produção de etanol num dos principais municípios produtores de soja, Pedro Afonso, e a mesma poderá vir a investir na produção de biodiesel, utilizando a sua própria produção de etanol e a soja dos produtores tocantinenses.

Volver al índice

Enciclopedia Virtual
Tienda
Libros Recomendados

El conjunto de métodos aplicados al conocimiento de la ciencia, derivan de la Epistemología, que es una rama de la filosofía. La Epistemología es la aplicación de los principios de la Teoría del Conocimiento, en este caso, al conocimiento de la ciencia Económica. Al dar comienzo a esta obra, postulo que la ciencia económica y, con ella, su método, es la más teñida por los intereses ideológicos.
Libro gratis
Congresos

9 al 23 de octubre
VI Congreso Virtual Internacional sobre

Arte y Sociedad: Paradigmas digitales

2 al 16 de octubre
I Congreso EUMEDNET sobre

Economía y contextos organizativos: nuevos retos

16 al 30 de octubre
II Congreso Virtual Internacional sobre

Migración y Desarrollo

1 al 15 de noviembre
II Congreso Virtual Internacional sobre

Desigualdad Social, Económica y Educativa en el Siglo XXI

Enlaces Rápidos

Fundación Inca Garcilaso
Enciclopedia y Biblioteca virtual sobre economía
Universidad de Málaga