POTENCIALIDADES LOCAIS, TURISMO E DESENVOLVIMENTO LOCAL CARIRI PARAIBANO

Luiz Gonzaga De Sousa

3.0 A METODOLOGIA

            No que respeita à metodologia, aqui se trabalha o método e as técnicas utilizadas durante a execução desta atividade, tais como: um estudo de caso, as medidas de desenvolvimento local, as informações e análise empregadas e as técnicas para aplicação de estratégias quanto ao que se deve fazer para uma dinâmica mais eficaz.

3.0.1 O método e técnicas do trabalho

            Para estruturação e redação das estratégias para melhorarem o nível de desenvolvimento local, é aqui utilizado o método sistêmico (COVARRUBIAS, 2003; CASTRO e LESSA, 1976; BERTALANFY, 1982) heurístico-ambiental, que envolve uma conexão estrutural na rede sócio-econômica microrregional, para incorporação dos recursos locais disponíveis, que devem ser utilizados na dinâmica da economia e da sociedade, como os fatores eco turísticos culturais que geram transformação de maneira participativa.
            O método sistêmico diz respeito às interligações entre todas as partes envolvidas na atividade econômica, social, ambiental, geográfica e histórica existentes na economia das comunidades da microrregião; cuja sinergia indica os pontos fortes (fortalezas) e fracos (debilidades), mais especificamente, os que estão coerentes dentro da lógica de ajustamento estrutural na localidade, daí podem se trabalhar as questões que dizem respeito a essa investigação (BERNAL e FAJARDO, 2000; LOPEZ, 2001).
            O desenvolvimento local, em termos econômicos e sociais, é melhor trabalhado, em regiões subdesenvolvidas, pelo processo de adoção (imitação), conhecido como spillover (efeito demonstração), em que os trabalhadores reproduzem determinadas mercadorias para sobrevivência da família. Este processo é mais comum pelo efeito da mídia ou de visitantes ao local, como sendo um transbordamento, ou spillover, ou “externalidades” positivas (PIGOU, 1932; MARSHALL, [1857] 1983).
            Para dinamizar o desenvolvimento sócio econômico local, o processo mais direto é o uso da abordagem do empowerment (DURSTON, 2003; RODRIGUES & SANTOS, 2005), que é a participação engajada, bastante usada nos trabalhos de construção social de uma localidade, em atuação coletiva na microrregião, para conseguir o objetivo de melhora de qualidade de vida populacional. (DURSTON e MIRANDA, 2003).
            Esta técnica de atuação leva a que a população economicamente ativa esteja voltada para a promoção de um ambiente cada vez melhor, com um envolvimento não somente quanto ao aspecto econômico, ambiental e social, também político, em virtude da inserção dos que são economicamente ativos na eficácia do processo de inovação pela imitação a ser trabalhada como ponto fundamental, em uma atividade de integração dos que se encontram excluídos do processo de desenvolvimento local.
            Com esse método e abordagem, que estão sendo utilizados no Cariri devem ser empregadas em estratégias, para que se organizem as perspectivas de como serão encarados os resultados que estão sendo captados da realidade, cujos questionários foram aplicados a 65 comunitários em Monteiro e Cabaceiras (novembro de 2009), em anexo, e/ou entrevistas que contribuirão como justificativa, ou não dos pontos essenciais que promovem o desenvolvimento econômico local através do turismo cultural.
            Com os resultados da aplicação dos questionários, ter-se-ão em termos percentuais, as respostas às preocupações que foram colocados no projeto e até mesmo no transcorrer da confecção do trabalho, para análise do turismo como saída para desenvolvimento local no Cariri paraibano, que envolve a geração de produção, emprego e renda, como melhora da qualidade de vida da população local.

Volver al índice

Enciclopedia Virtual
Tienda
Libros Recomendados


1647 - Investigaciones socioambientales, educativas y humanísticas para el medio rural
Por: Miguel Ángel Sámano Rentería y Ramón Rivera Espinosa. (Coordinadores)

Este libro es producto del trabajo desarrollado por un grupo interdisciplinario de investigadores integrantes del Instituto de Investigaciones Socioambientales, Educativas y Humanísticas para el Medio Rural (IISEHMER).
Libro gratis
Congresos

4 al 15 de diciembre
V Congreso Virtual Internacional sobre

Transformación e innovación en las organizaciones

11 al 22 de diciembre
I Congreso Virtual Internacional sobre

Economía Social y Desarrollo Local Sostenible

Enlaces Rápidos

Fundación Inca Garcilaso
Enciclopedia y Biblioteca virtual sobre economía
Universidad de Málaga