BIBLIOTECA VIRTUAL de Derecho, Economía y Ciencias Sociales

ENERGIA, ECONOMIA, ROTAS TECNOLÓGICAS. TEXTOS SELECIONADOS

Yolanda Vieira de Abreu y otros




Esta página muestra parte del texto pero sin formato.

Puede bajarse el libro completo en PDF comprimido ZIP (330 páginas, 5.19 Mb) pulsando aquí

 


9.4.2 Rendimento Etanol versus Gasolina

O que promove a variação de rendimento nos motores de combustão interna em automóveis flex fuel, quanto ao consumo, autonomia, desempenho, economia dentre outros, não é especificadamente o motor e sim sua interação com as peculiaridades dos próprios combustíveis. Tanto o etanol, quanto a gasolina possuem características específicas em suas composições que devem ser previamente consideradas, pois se relacionam diretamente e conjuntamente nos processos de combustão. Neste tópico foi tratado sobre algumas características específicas de cada combustível e como elas interferem no trabalho e rendimento do motor.

A gasolina, como combustível derivado do petróleo, não é uma substância pura. É constituída por uma mistura complexa de hidrocarbonetos (C5-C12) parafinemos, olefínicos, naftênicos e aromáticos, cuja faixa de destilação varia entre 30-220ºC. Possui também compostos de enxofre, oxigênio, nitrogênio e metais em pequenas concentrações. Suas propriedades são influenciadas pelos processos de refinamento e pela natureza do petróleo que a originou. À gasolina podem ser adicionado ainda tolueno, xilenos, álcoois anidros e aditivos com finalidades específicas (antioxidantes, antidetonantes, anticongelantes, detergentes etc.) [8], objetivando melhorar o processo de combustão e o rendimento do produto.

O etanol, ao contrário da gasolina, é uma substância pura, embora seja encontrada nos postos como sendo uma mistura de 95% de etanol e 5% de água, em volume. É representado por uma molécula cuja fórmula é C2H5OH [16]. Por ter oxigênio na composição, a molécula ganha uma polaridade que faz com que o etanol seja líquido à temperatura ambiente pela maior coesão entre as moléculas. É um combustível que não deixa borras, sendo bem mais "limpo" que a gasolina [22].

Para que um combustível seja considerado viável comercialmente é preciso que ele tenha capacidade de evaporar com facilidade, tenha potencial para liberar grande quantidade de energia, esteja disponível no mercado em quantidade que atenda a sua demanda, sua tecnologia esteja dominada e que apresente preços acessíveis aos consumidores. Quanto ao desempenho e rendimento nos motores de combustão interna, algumas características devem ser consideradas: Poder calorífico, Octanagem, Calor de vaporização, Proporção estequiométrica e Ponto de fulgor. Na tabela 03, são demonstradas algumas características específicas da gasolina e do álcool hidratado.

Das seis propriedades destacadas, a gasolina e o álcool anidro se divergem quanto a valores em todas elas. Todas estas características atuam de forma conjunta no processo de funcionamento de um motor. A diante, cada característica será discriminada isoladamente objetivando direcionar o entendimento sobre as interferências provocadas no motor.

9.4.3 Poder Calorífico

Poder calorífico pode ser definido como a quantidade de calor emitido pela combustão completa de um combustível, e é importante para a determinação do rendimento final de um determinado combustível [24]. O etanol tem um calor de vaporização de 0,744 MJ/l, enquanto a gasolina tem 0,325MJ/l [20]. Isto quer dizer que o etanol necessita de mais do que o dobro de energia para se vaporizar [22]. A energia demandada para que um combustível possa se vaporizar, sendo esta adquirida por meio do calor produzido pelo motor que também aquecer o coletor, é maior em um motor a etanol [25]. O baixo poder calorífico é uma das desvantagens do etanol em relação à gasolina, pois provoca o aumento do consumo. Entretanto, devido à sua octanagem mais alta permite sua utilização em motores com taxa de compressão elevada, o que se traduz em aumento de potência [15]. Embora com poder calorífico inferior a gasolina e o etanol tem características que permitem excelente desempenho aos motores, entre as quais citam-se a larga faixa de inflamabilidade; maior poder antidetonante; um elevado calor latente de vaporização; densidade superior a da gasolina e baixo ponto de fulgor, assim como a gasolina [23].


Grupo EUMEDNET de la Universidad de Málaga Mensajes cristianos

Venta, Reparación y Liberación de Teléfonos Móviles
 
Todo en eumed.net:

Congresos Internacionales


¿Qué son?
 ¿Cómo funcionan?

 

15 al 29 de
julio
X Congreso EUMEDNET sobre
Turismo y Desarrollo




Aún está a tiempo de inscribirse en el congreso como participante-espectador.


Próximos congresos

 

06 al 20 de
octubre
I Congreso EUMEDNET sobre
Políticas públicas ante la crisis de las commodities

10 al 25 de
noviembre
I Congreso EUMEDNET sobre
Migración y Desarrollo

12 al 30 de
diciembre
I Congreso EUMEDNET sobre
Economía y Cambio Climático

 

 

 

 

Encuentros de economia internacionales a traves de internet


Este sitio web está mantenido por el grupo de investigación eumednet con el apoyo de Servicios Académicos Internacionales S.C.

Volver a la página principal de eumednet