BIBLIOTECA VIRTUAL de Derecho, Economía y Ciencias Sociales

ENERGIA, ECONOMIA, ROTAS TECNOLÓGICAS. TEXTOS SELECIONADOS

Yolanda Vieira de Abreu y otros




Esta página muestra parte del texto pero sin formato.

Puede bajarse el libro completo en PDF comprimido ZIP (330 páginas, 5.19 Mb) pulsando aquí

 


4.6 CONSIDERAÇÕES FINAIS

Muitos especialistas da área consideram que os atuais sistemas elétricos não conseguirão garantir o suprimento sustentável de energia elétrica com a abrangência e a qualidade exigidas pela sociedade do século XXI.

Esse fato, associado ao enorme avanço tecnológico dos últimos anos, abre razoável espaço para a expansão da geração distribuída (GD), tendo como um dos focos principais o fornecimento de energia elétrica a quem ainda não tem acesso a ela.

No Brasil, a discussão acerca desse tema é imprescindível porque o país: (a) ainda tem a necessidade de suprir energia elétrica a expressiva parcela de sua população; (b) tem o compromisso legal da universalização do acesso à energia elétrica; (c) piorou a qualidade ambiental da sua matriz energética nos últimos anos; (d) pode ter a segurança hídrica necessária à sua principal fonte de geração de energia elétrica comprometida pelas mudanças climáticas anunciadas; (e) está suscetível ao aumento do risco de que ocorra desabastecimento de energia elétrica e ao aumento da insegurança para toda a sociedade, com fortes impactos econômicos, em razão da insuficiência de gás natural e de água nos reservatórios; e (f) possui enorme potencial a ser explorado nessa área.

Dessa forma, com a consideração de que o tema GD é bastante importante, controverso e não-consolidado, faz-se necessário que ele seja amplamente debatido, a começar por uma profunda discussão conceitual. Este capítulo, reconhecendo essa necessidade, discutiu, de forma inédita, o conceito de GD e conceitos e aspectos relacionados a ela; propôs novas classificações de aspectos relativos à GD; propôs uma nova definição de GD, mais completa e com mais aplicabilidade que as existentes; sugeriu a inédita utilização das definições e classificações propostas como instrumento útil de gestão governamental de projetos de geração elétrica; e, finalmente, propôs a criação futura do índice de distribuição da geração, a ser utilizado como avaliador da qualidade do sistema elétrico de determinada região geográfica e da qualidade de vida da população que lá vive e como instrumento no processo decisório relativo a novos investimentos em geração elétrica.

A definição de GD aqui proposta, associada às propostas de classificação de diversos de seus aspectos, tem potencial para, com os ajustes necessários, servir de importante instrumento de gestão governamental de projetos de geração elétrica, com capacidade de realizar avaliação de caráter unicamente meritório, com muito mais objetividade que a usual nesse tipo de procedimento. Ademais, as definições e classificações propostas neste texto poderão ser úteis para o aprimoramento da legislação nacional, contribuindo para o estabelecimento de um necessário novo paradigma no setor elétrico.

REFERÊNCIAS

5th RESEARCH FRAMEWORK PROGRAMME OF THE EUROPEAN UNION: Energy, environment and sustainable development, Part B Energy. Decentralized generation technologies: potencials, success factors and impacts in the liberalized EU energy markets (DECENT): Final Report. [S.l.: s.n.]: 2002.

ACKERMANN, Thomas. Distributed resources in a re-regulated market environment. 2004. 461 f. Tese (Doctoral Dissertation)–Department of Electrical Engineering, Royal Institute of Technology, Stockholm, Sweden, 2004.

ACKERMANN, Thomas; ANDERSSON, Göran; SÖDER, Lennart. Distributed generation: a definition. In: Electric Power Systems Research, Elsevier Science, Oxford, UK, v. 57, n. 3, p. 195–204, 2001a.

______. What is distributed generation? In: International Symposium on Distributed Generation: Power Systems and Market Aspects, Estocolmo, Suécia, jun. 2001b.

ACKERMANN, Thomas; GARNER, K.; GARDINER, A. Wind power generation in weak grids: economic optimization and power quality simulation. In: Renewable Energy, Elsevier Science, Oxford, UK, v. 18, n. 2, p. 205–221, 1999.

ALAMEDA POWER & TELECOM. Power Industry Glossary. Disponível em: <www.alamedapt.com/electricity/glossary.html>. Acesso em: 2 de Maio de 2007.

BRASIL. Decreto n.° 5.163, de 30 de julho de 2004. Regulamenta a comercialização de energia elétrica, o processo de outorga de concessões e de autorizações de geração de energia elétrica, e dá outras providências. Disponível em: <www.presidencia.gov.br/legislacao>. Acesso em: 9 de Fevereiro de 2008.

CALIFORNIA ENERGY COMISSION. Investing in renewable electricity generation in California. In: Guidebook for Emerging Renewables Account, v. 3, 8. ed. California: 1996.

DUNN, Seth; FLAVIN, Christopher. Sizing up micropower. In: BROWN, Lester R.; FLAVIN, Christopher; FRENCH, Hilary F. (Org.). State of the world 2000. Washington: Worldwatch Institute, cap. 8, 2000.

EL-KHATTAM, W; SALAMA, M.M.A. Distributed generation technologies, definitions and benefits. In: Electric Power Systems Research, Elsevier Science, Oxford, UK, v. 71, n. 2, p. 119–128, 2004.

FERREIRA, Aurélio Buarque de Holanda. Novo dicionário eletrônico Aurélio versão 5.0. Coordenação e edição de Margarida dos Anjos e Marina Baird Ferreira. [S.l.]: Positivo Informática, 2004. 1 CD-ROM.

FUELING THE FUTURE. Glossary. Disponível em: <www.fuelingthefuture.org/contents/ glossary.asp>. Acesso em: 2 de Maio de 2007.

GAS MALAYSIA. Glossary. Disponível em: <www.gasmalaysia.com/Default.aspx>. Acesso em: 2 de Maio de 2007.

GAS RESEARCH INSTITUTE. The role of distributed generation in competitive energy markets. In: Distributed generation forum, Chicago, EUA, mar. 1999.

GOOGLE. Pesquisa Google – define: distributed generation. Disponível em: <www.google.com.br>. Acesso em: 2 de Maio de 2007.

HOUAISS, Antônio. Dicionário eletrônico Houaiss da língua portuguesa. Versão 1.0. [S.l.]: Objetiva, 2001. 1 CD-ROM.

International Energy Agency - IEA. Energy technologies for the 21st Century. Paris: 1997.

Instituto Nacional de Eficiência Energética - INEE. O que é geração distribuída?. Disponível em: <www.inee.org.br>. Acesso em: 27 dez. 2005.

______. O que é geração distribuída?. Disponível em: <www.inee.org.br>. Acesso em: 2 maio 2007.

INNOVATIVE POWER SYSTEMS. Glossary. Disponível em: <www.ips-solar.com/ glossary.htm>. Acesso em: 2 de Maio de 2007.

KIOCERA SOLAR. Solar Glossary. Disponível em: <www.kyocerasolar/com/learn/ glossary.html>. Acesso em: 2 de Maio de 2007.

LORA, Electo Eduardo Silva; HADDAD, Jamil (Coord.). Geração distribuída: aspectos tecnológicos, ambientais e institucionais. Rio de Janeiro: Interciência, 2006.

POWER BROKERS: Energy Consulting Firm. Glossary. Disponível em: <www.powerbrokersusa.com/Glossary.html>. Acesso em: 2 de Maio de 2007.

PURCHALA, K. et al. Distributed generation and the grid integration issues. Londres: Imperial College London, [2006?].

REIS, Lineu Belico dos. Geração de energia elétrica: tecnologia, inserção ambiental, planejamento, operação e análise de viabilidade. 3. ed. Barueri: Manole, 2003.

REIS, Lineu Belico dos; SILVEIRA, Semida (Org.). Energia elétrica para o desenvolvimento sustentável: introdução de uma visão multidisciplinar. 2. ed. São Paulo: Edusp, 2001.

RODRIGUES, Flávia Francesca Capano. Programação da contratação de energia considerando geração distribuída no novo modelo do setor elétrico brasileiro. 2006. 171 f. Dissertação (Mestrado em Ciências em Engenharia Elétrica)–Programas de Pós-graduação de Engenharia, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2006.

RODRÍGUEZ, Carlos Roberto Cervantes. Mecanismos regulatórios, tarifários e econômicos na geração distribuída: o caso dos sistemas fotovoltaicos conectados à rede. 2002. 118 f. Dissertação (Mestrado em Planejamento de Sistemas Energéticos)–Faculdade de Engenharia Mecânica, Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 2002.

ROMAGNOLI, Henrique Cesar. Identificação de barreiras à geração distribuída no marco regulatório atual do setor elétrico brasileiro. 2005. 110 f. Dissertação (Mestrado em Engenharia Elétrica)–Programa de Pós-graduação em Engenharia Elétrica, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2005.

SECRETARIA DE COMUNICAÇÃO SOCIAL DA PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA. Desafio do Luz para Todos é garantir acesso à energia elétrica na região amazônica. N.° 64. Brasília, 12 de Junho de 2008.

SEVERINO, Mauro Moura. Avaliação técnico-econômica de um sistema híbrido de geração distribuída para atendimento a comunidades isoladas da Amazônia. 2008. 335 f. Tese (Doutorado em Engenharia Elétrica)–Departamento de Engenharia Elétrica, Universidade de Brasília, Brasília, 2008.

SEVERINO, Mauro Moura et al. The influence of the independent power producers in the dynamic performance of the electric systems. In: IX SYMPOSIUM OF SPECIALISTS IN ELECTRIC OPERACIONAL AND EXPANSION PLANNING, 2004, Rio de Janeiro. Anais eletrônicos... Rio de Janeiro: CHESF, 2004. SP–119. 1 CD-ROM.

THE INDUSTRIAL ENERGY USERS (IEU – Ohio). Basic electricity terms. Disponível em: <www.ieu-ohio.org/information/education/basic_terms.html>. Acesso em: 2 maio 2007.

US Environmental Protection Agency. EPA – GPP – What Is Green Power? Glossary of Green Power Terms. Disponível em: <www.epa.gov/greenpower/whatis/ glossary.htm>. Acesso em: 2 de Maio de 2007.

VALUTECH SOLUTIONS. Glossary. Disponível em: <www.valutechsolutions. com/glossary.html>. Acesso em: 2 de Maio de 2007.

WIKIPEDIA: the free encyclopedia. Disponível em: <www.en.wikipedia.org/ wiki/Distributed generation>. Acesso em: 2 de Maio de 2007.

WILLIS, H. Lee; SCOTT, Walter G. Distributed power generation: planning and evaluation. New York: Marcel Dekker, 2000.


Grupo EUMEDNET de la Universidad de Málaga Mensajes cristianos

Venta, Reparación y Liberación de Teléfonos Móviles
 
Todo en eumed.net:

Congresos Internacionales


¿Qué son?
 ¿Cómo funcionan?

 

15 al 29 de
julio
X Congreso EUMEDNET sobre
Turismo y Desarrollo




Aún está a tiempo de inscribirse en el congreso como participante-espectador.


Próximos congresos

 

06 al 20 de
octubre
I Congreso EUMEDNET sobre
Políticas públicas ante la crisis de las commodities

10 al 25 de
noviembre
I Congreso EUMEDNET sobre
Migración y Desarrollo

12 al 30 de
diciembre
I Congreso EUMEDNET sobre
Economía y Cambio Climático

 

 

 

 

Encuentros de economia internacionales a traves de internet


Este sitio web está mantenido por el grupo de investigación eumednet con el apoyo de Servicios Académicos Internacionales S.C.

Volver a la página principal de eumednet