BIBLIOTECA VIRTUAL de Derecho, Economía y Ciencias Sociales

A UTOPIA NEGATIVA: LEITURAS DE SOCIOLOGIA DA LITERATURA

Jacob J. Lumier




Esta página muestra parte del texto pero sin formato.

Puede bajarse el libro completo en PDF comprimido ZIP (158 páginas, 763 kb) pulsando aquí

 


Individuação e Dialética

►Seja como for, a sociologia da literatura e do gênero romanesco será estudada neste meu ensaio à luz da pro-messa humanista da civilização, que afirma o humano como incluindo em si, juntamente com a contradição da coisificação, também a coisificação mesma.

Entendo que, do ponto de vista sociológico em geral, a individuação pode ser alcançada sim, para-além de toda a mistificação espiritualista da introspecção, mediante a reflexão com dialética.

►Em teoria sociológica, o materialismo e o espiritua-lismo não passam de abstrações do esforço humano. A consciência faz parte das forças produtivas em sentido lato e, nas correlações funcionais, desempenha um papel constitutivo dos próprios quadros sociais, seja como linguagem, seja pela intervenção do conhecimento, seja ainda como direito espontâneo.

Como se sabe, esses quadros sociais são chamados por Marx de “modos de ação comum”, ou modos de colabo-ração, ou ainda relações sociais, nas quais, além da ima-nência recíproca do individual e do coletivo, se incluem as manifestações da sociabilidade, os agrupamentos parti-culares, as classes sociais e as sociedades globais.

O significativo aqui é que esses quadros sociais exer-cem um domínio, um envolvimento sobre a produção material e espiritual que se manifesta no seu seio, domí-nio esse que por sua vez é exatamente o que se prova nas correlações funcionais.

Quanto às ideologias, ficam excluídas das forças cole-tivas ou produtivas por representarem uma “mistifica-ção”: a alienação do conhecimento desrealizado e perdido nas projeções para fora, que inclui as “falsas representa-ções coletivas”, em que os homens e as suas condições surgem invertidos, como numa câmara fotográfica .

Como nota Georges Gurvitch , na dialética dos ní-veis de realidade social os quadros sociais e a consci-ência real são produtos das forças produtivas strictu sensus – isto é, podem ficar objetivados – mas, sob outro aspec-to, são igualmente os seus produtores, e assim, por essa reciprocidade, se afirmam como elementos reais da vida social.

Tal é o ponto de partida da dialética sem a qual não poderá passar a reflexão de que depende nossa afirmação e individuação humana .


Grupo EUMEDNET de la Universidad de Málaga Mensajes cristianos

Venta, Reparación y Liberación de Teléfonos Móviles
 
Todo en eumed.net:

Congresos Internacionales


¿Qué son?
 ¿Cómo funcionan?

 

15 al 29 de
julio
X Congreso EUMEDNET sobre
Turismo y Desarrollo




Aún está a tiempo de inscribirse en el congreso como participante-espectador.


Próximos congresos

 

06 al 20 de
octubre
I Congreso EUMEDNET sobre
Políticas públicas ante la crisis de las commodities

10 al 25 de
noviembre
I Congreso EUMEDNET sobre
Migración y Desarrollo

12 al 30 de
diciembre
I Congreso EUMEDNET sobre
Economía y Cambio Climático

 

 

 

 

Encuentros de economia internacionales a traves de internet


Este sitio web está mantenido por el grupo de investigación eumednet con el apoyo de Servicios Académicos Internacionales S.C.

Volver a la página principal de eumednet