BIBLIOTECA VIRTUAL de Derecho, Economía y Ciencias Sociales

A UTOPIA NEGATIVA: LEITURAS DE SOCIOLOGIA DA LITERATURA

Jacob J. Lumier




Esta página muestra parte del texto pero sin formato.

Puede bajarse el libro completo en PDF comprimido ZIP (158 páginas, 763 kb) pulsando aquí

 


Futurismo e Ansiedade

Assim encontra a censura ao ideal da cultura que su-pera e hipostasia o espiritual em face da vida prática e da satisfação das necessidades, censurado por eternizar o estado da divisão do trabalho e da vida social e por des-considerar que todo o espírito e todo o espiritual estão re-feridos à existência como ao seu cumprimento, sendo im-plicitamente uma indicação para a vida prática.

No dizer de Theodor W. Adorno, nem o sonho mais ir-real deixou de compreender em si objetivamente a modi-ficação da realidade material (...); nem emoção alguma nem interioridade alguma jamais houve que não significa-ra em última instância exterioridade também (...); se lhes subtrai essa intenção, por sublimada que seja, espírito, emoção, interioridade se convertem em mera aparência e falsidade .

Quer dizer, a Crítica repele a imagem de que, por e-xemplo, a paixão shakespeareana de Romeu e Julieta, em sua interioridade, com o esquecimento de si mesma que a caracteriza, possa ser tida como mero espetáculo da alma, como um valor de filosofia idealista, um em-si autárquico. Insiste que a alusão à união física dos corpos alí expressa significa ansiedade e neste sentido é real-mente espiritualidade, pois que a noção de espírito por esta alusão está rebaixada de sua idealização.

Mas a coisa não é assim tão simples. O procedimento por seleção desenvolvido por T.W. Adorno tem em vista notadamente pôr em relevo as linhas de imaginação da nova sociedade, por mais paradoxais que possam parecer. Lembra-nos esse autor, em acordo com Herbert Marcuse, que o progressivo domínio sobre a natureza e sobre a sociedade na civilização técnica elimina toda a transcen-dência, tanto física quanto psíquica. E prossegue: “a cultu-ra em si mesma rótulo complexo de uma das faces da con-tradição, vive de não-cumprimento, nostalgia, fé, esperança, em palavra única: vive do que não é, mas que se anuncia na realidade, ainda que a cultura assim viva de infelicidade” (apud T.W. Adorno, op.cit, p.118).

Desta forma, por via da censura ora notada e para-além do confronto com a orientação de filosofia idealista, não surpreende que veja sobressair o vazio esteticamen-te relevante da fantasia futurista ao glorificar o cotidiano da vida por sua transcendência, sem notarcomo essa transcendência não descansa em si mesma, mas quer sa-tisfazer-se.

Tanto mais que neste glorificar apenas se projeta a ausência de emoção, o vazio da sexualidade fisiologica-mente limitada que caracteriza o “The Brave New World” como utopia negativa.

Vazio de sexualidade este que, portanto, é relevante para a reflexão estético-sociológica porque tem alcance na desmagização da cultura; porque destrói o encanto do mundo, o qual não pode conservar-se por si mesmo (nes-se vazio).


Grupo EUMEDNET de la Universidad de Málaga Mensajes cristianos

Venta, Reparación y Liberación de Teléfonos Móviles
 
Todo en eumed.net:

Congresos Internacionales


¿Qué son?
 ¿Cómo funcionan?

 

15 al 29 de
julio
X Congreso EUMEDNET sobre
Turismo y Desarrollo




Aún está a tiempo de inscribirse en el congreso como participante-espectador.


Próximos congresos

 

06 al 20 de
octubre
I Congreso EUMEDNET sobre
Políticas públicas ante la crisis de las commodities

10 al 25 de
noviembre
I Congreso EUMEDNET sobre
Migración y Desarrollo

12 al 30 de
diciembre
I Congreso EUMEDNET sobre
Economía y Cambio Climático

 

 

 

 

Encuentros de economia internacionales a traves de internet


Este sitio web está mantenido por el grupo de investigación eumednet con el apoyo de Servicios Académicos Internacionales S.C.

Volver a la página principal de eumednet