BIBLIOTECA VIRTUAL de Derecho, Economía y Ciencias Sociales

ENERGIA SOCIEDADE E MEIO AMBIENTE

Yolanda Vieira de Abreu y otros




Esta página muestra parte del texto pero sin formato.

Puede bajarse el libro completo en PDF comprimido ZIP (175 páginas, 1.74 Mb) pulsando aquí

 


CAPÍTULO V. ASPECTOS ECONÔMICOS E AMBIENTAIS DO BIODIESEL

Yolanda Vieira de Abreu
Sinclair Mallet Guy Guerra

“O tempo é relativo e não pode ser medido

exatamente do mesmo modo e por toda a parte”.

[Albert Einstein]

RESUMO:

Este texto, parte integrante de uma pesquisa maior desenvolvida por seus autores, tem por objetivo traçar alguns pontos sobre as condições tecnológicas, econômicas e sociais em que vem se introduzindo o uso de biodiesel, como combustível, no Brasil, levando em consideração que o biodiesel deva ser incrementado, em bases econômicas, sociais e ambientais, na matriz energética nacional. Este artigo mostra o contexto econômico e ambiental do biodiesel.

Palavras Chave: Biodiesel; óleo Diesel; Oleaginosas; Economia da Energia.

Classificação JEL: Q29.

5.1 INTRODUÇÃO

Em linhas gerais pode-se dizer que o biodiesel é um combustível derivado de fontes naturais e renováveis como os óleos vegetais e gorduras animais. Pode-se ser obtido a partir do processamento de sementes de girassol, soja, dendê, castanha de caju, castanha do Pará, castanha portuguesa, buriti, babaçu, amendoim, mamona, algodão, canola, côco, macaúba, nabo forrageiro, pequi, pinhão manso, jojoba, entre outros vegetais. O biodiesel também pode ser obtido a partir de gordura animal e de óleo vegetal já utilizado em frituras [1]. Esse combustível é produzido por um processo de transesterificação, criado desde 1853 pelos cientistas E. Duffy e J. Patrick, muito antes do primeiro motor a óleo diesel começar a funcionar. Em 1912 em um discurso, Rudolf Diesel declarou que o uso do óleo vegetal como combustível poderia ser, insignificante naquele momento, mas que este se tornaria ao longo do tempo, tão importante quanto o petróleo ou o carvão o eram naquele momento.

A inclusão do biodiesel na matriz energética brasileira traz vantagens econômicas e sociais. Possibilitará o surgimento de um novo mercado; a agregação de valores às matérias-primas, a geração de empregos, a redução das importações de petróleo e óleo diesel refinado, a melhoria na balança comercial, o incremento nas economias regionais, a possibilidade de participação do pequeno agricultor e a fixação do homem ao campo. É o único combustível que pode ser utilizado em qualquer motor diesel convencional e sem modificações. Sua armazenagem e distribuição podem ser realizadas utilizando a mesma infraestrutura que a do óleo diesel convencional. Pode-se contabilizar também a possível melhor distribuição de renda e o incentivo à agricultura familiar [1].


Grupo EUMEDNET de la Universidad de Málaga Mensajes cristianos

Venta, Reparación y Liberación de Teléfonos Móviles
 
Todo en eumed.net:

Congresos Internacionales


¿Qué son?
 ¿Cómo funcionan?

 

15 al 29 de
julio
X Congreso EUMEDNET sobre
Turismo y Desarrollo




Aún está a tiempo de inscribirse en el congreso como participante-espectador.


Próximos congresos

 

06 al 20 de
octubre
I Congreso EUMEDNET sobre
Políticas públicas ante la crisis de las commodities

10 al 25 de
noviembre
I Congreso EUMEDNET sobre
Migración y Desarrollo

12 al 30 de
diciembre
I Congreso EUMEDNET sobre
Economía y Cambio Climático

 

 

 

 

Encuentros de economia internacionales a traves de internet


Este sitio web está mantenido por el grupo de investigación eumednet con el apoyo de Servicios Académicos Internacionales S.C.

Volver a la página principal de eumednet