A MISSÃO DE UM LÍDER
BIBLIOTECA VIRTUAL de Derecho, Economía y Ciencias Sociales

 

ÉTICA E SOCIEDADE

Luiz Gonzaga de Sousa

 

 

Esta página muestra parte del texto pero sin formato.

Puede bajarse el libro completo en PDF comprimido ZIP (195 páginas, 721 kb) pulsando aquí

 

 

 

 

A MISSÃO DE UM LÍDER

Em todos os tempos, a figura de um líder sempre esteve presente. Todavia, a humanidade só visualizava aquele que representa algo para o povo de maneira geral, tais como Moisés, Jesus, Gandi, Padrinho Cícero, Hitler, Mussoline, Gorbachov, George Bush, e muitos outros homens ilustres. Sem dúvida, esses homens são figuras expoentes quanto ao ato de liderar, pela participação relevante na transformação deste orbe, tanto pelo lado benéfico como pelo maligno, que tanto atrasou as muitas gerações. Neste pequeno ensaio, intenta-se esclarecer um pouco a noção do termo líder, mostrando o real conceito desta palavra, os seus efeitos para todos aqueles que seguem os seus princípios, os seus pensamentos, e as suas convicções, com um raciocínio claro e objetivo.

Para a criação deste texto, usou-se como metodologia a observação, algumas leituras em livros que tratassem deste assunto, sobretudo, uma meditação profunda sobre o se entende por líder, como ele atua na realidade atual, e como viveram aqueles que atuaram no passado. Consultando Aurélio Buarque de HOLLANDA (1976)[1], verifica-se que a definição de líder retrata chefe; condutor; tipo representativo de uma sociedade; etc., que inegavelmente, representa mais a realidade específica do que a generalidade das coisas. Assim sendo, todos os seres humanos têm algo de líder, de condutor das massas, de orientador, de referencial, de espelho, e de modo de vida, nisto que a todo instante e insistentemente está sendo consciente, ou inconscientemente imitado por alguém.

Na vida de todos que fazem parte de uma comunidade qualquer, sempre existe a imitação de uns pelos outros, ou de muitos a uma única pessoa, isto é, um artista de cinema e/ou televisão, um cantor, um jogador de futebol, um político, um padre, um pastor protestante, ou um pregador espírita é um líder. Veja que a responsabilidade de todos indistintamente é muito grande e difícil, porque o ser humano, tanto pode passar aos demais os seus bons costumes, como as suas irresponsabilidades e maus costumes, de maneira incontrolável. Na Bíblia, as inter-relações sociais são claras: não pequeis por pensamentos, palavras, e obras, isto quer demonstrar que a liderança de cada um se apresenta das mais variadas formas, de acordo com seu grau de participação na sociedade que, muitas vezes se tem um efeito negativo.

Atribui-se normalmente, a função de um líder àquele que transforma a humanidade, sem sombra de dúvida, um conceito real e verdadeiro. Entretanto, não se pode olvidar o poder que cada um possui, em modificar pensamentos, fomentar idéias, e induzir alguém a praticar atos que não deve. É, neste sentido, que a vida de todos na comunidade deve ser a mais retilínea possível, procurando ser cidadãos de bem, para que sirvam de espelho para aqueles que estão ao seu lado, cujo princípio de líder venha aparecer para o bem de todos. A crítica deve ser inicialmente consigo próprio, depois para com aqueles que estão circulando, na tentativa de compreender a vida, tendo em conta que não se veio ao mundo para nascer, viver de qualquer forma, depois morrer para sempre.

Se a pessoa olhar para qualquer de seus lados e ver alguém, pode acreditar que alguma coisa sua está sendo copiada, porque qualquer sentimento que esse alguém vibra deve ser comum para todos, que alimenta o ego daqueles que não sabem eliminar o que de mal existe dentro de si. Muito cuidado faz-se necessário para que não haja influência negativa de um ser sobre o outro que ainda não compreende a lei do amor, o caminho da retidão, e uma lida sedimentada nos bons costumes que engrandecem a vida eterna. As orientações são constantes, para que todos fiquem conscientes de uma vida correta, de tal forma que se alguém cai em qualquer precipício, foi escolha pessoal, ele próprio deve responder pelos seus atos que influenciam aos irmãos ignorantes do bem.

Desta forma, a palavra que todos falam ou mentalizam, exerce um efeito muito forte em todos que estão em seu derredor, especificamente naqueles que têm uma liderança mais abrangente como políticos, estudantes, pessoas comuns, sindicalistas, alguns outros grupos organizados, homens de televisão e religiosos. Os seguidores de líderes seguem todos os seus passos, observando gestos, modo de vestir, de falar, a colocação das palavras, se falam bem ou mal, como se pode ver naqueles que usam gíria, ou primam por uma linguagem refinada e bonita. Um outro ponto que se deve colocar é quanto à gesticulação que faz quando se está falando, porque a técnica de imitação também entra em cena, tanto ajudando, como atrasando o processo de aprendizado para aquele que procura inovar, crescer, e transformar.

Um elemento de mutação da humanidade é a televisão que traz tantas coisas boas, como também muitas más, especificamente as ruins, ao considerar que os manipuladores conhecem a psicologia de um mundo de provas e expiações, sempre na busca de explorar o lado inferior da humanidade, oferecendo uma programação compatível com o nível de evolução espiritual dessa sociedade. Com isto, pode-se exemplificar o desejo por filmes de terror, de crimes hediondos, de sexualidade, incitando também os desajustes nos lares com novelas que colocam os filhos contra os pais. Sendo assim, pode-se dizer, sem medo de errar que a televisão exerce um poder muito grande de liderar e transformar uma sociedade, pela própria condição de quem não conhece a realidade comportamental da vida, por índole e/ou formação de seu interior que precisa conhecer-se a si mesmo frente aos demais.

Os pregadores religiosos devem ter o máximo de cuidado com sua idiossincrasia, com tudo aquilo que pregam, e com a sua maneira de falar com as pessoas, porque isto denota evidentemente o interior de cada um, pois um líder religioso transforma as mentes, cuja mudança deve ser sempre para o bem. O que se vê hoje em dia é uma transformação ao reverso da moeda, colocando para fora todo o ódio, revolta, orgulho, inveja, vaidade, e muitas outras formas de inferioridade e maledicência que todos possuem, que devem ser banidas sumariamente do interior de cada um. É, neste sentido, que o líder é tido como um exemplo para muita gente, pois todos os traços de seu protagonista são copilados quer ele queira ou não, cuja sapiência do mestre não é a intelectualidade de quem está à frente de um grupo religioso, ou um outro qualquer, mas a pureza de seu interior que servirá de exemplo.

O líder deve ser simples e humilde na expressão da palavra, encarnando tudo aquilo que JESUS, e muitos outros líderes foram aqui na terra, pois simplicidade e humildade, não querem dizer subserviência, inferioridade, dependência, nem tão pouco ser humilhado por alguém poderoso. A simplicidade e a humildade são antes de tudo austeridade e consciência dos reais ensinamentos do caminho da verdade e da vida, que todos devem seguir com muita resignação, paciência e amor, como fizeram os grandes religiosos da história universal. A simplicidade e a humildade denotam sapiência em conhecer as condições de cada ser humano, em uma discussão séria de não intransigência com os níveis em que os liderados se encontram, pois conhecimentos maiores eles não podem alcançar, e aí faltam: a humildade e a simplicidade.

Ao se comentar a situação específica do líder, deve-se deixar claro que ele exerce uma influência incomensurável sobre seus liderados, como se fosse uma espécie de carisma que faz congregar em seu derredor um ou diversos grupos, prestando-lhe obediência em termos de diretriz de vida. Carisma é aquela energia que alguém emana, cujos seguidores prestam homenagens como sabedoria maior, que nem sempre o ser, dotado de carisma é de boa índole, podendo até ser um líder da maldade que, devido ao seu orgulho e vaidade domina e maltrata seus seguidores. Neste mundo, onde predomina a maldade os líderes entorpecem seus liderados, deixando-os sem o poder de raciocínio, nem tão pouco podem exercitar a sua inteligência para extrair o melhor de seu líder, culminando em fanatismo exagerado.

O papel do líder é de organizar a sociedade onde ele vive, e empregar toda a sua condição de conhecedor de tal situação para que todos que o seguem, acreditem nas suas palavras, atos e pensamentos, podendo-se dizer que é fé que as pessoas têm naquele que é ouvido e seguido por todos de uma comunidade qualquer. A tomada de posição de um líder é de fundamental importância em toda trajetória de sua vida, pois qualquer falseamento conduz todo seu bando para o mal, e sua carga de culpabilidade duplica assustadoramente, porém, se for boa, todos ganharão nesta luta. A seriedade na tomada de posição de um líder é muito importante para toda uma humanidade que necessita conhecer, compreender a sua maneira de ser, a sua relação com os demais, sobretudo, como sentir a sua importância frente aos outros.

O líder é aquele que conduz a sua ovelha para o caminho do bem, de sua felicidade que se inicia com o conhecimento do caminho da verdade e da vida, que é a busca à perfeição, à pureza, e ao amor, que é a libertação de todos os males inferiores e maledicentes que não querem se separar de suas ações. A condução das ovelhas de cada líder passa pela compreensão entre o bem e o mal, entre as verdades e as ignorâncias que, ao invés de unir seus participantes, cria os conflitos que alimentam o rancor, a ira, sobretudo, o desejo de poder e ganância social. Finalmente, o verdadeiro líder deve se espelhar em JESUS, em MOISÉS, e em muitos outros que souberam trabalhar bem o conceito de líder, de orientador, de professor, de pregador, de comunicador que levaram a tantas pessoas, ensinamentos de vida, e compreensão da lei do amor.


[1] Idem, ibdem, pg. 734.

Grupo EUMEDNET de la Universidad de Málaga Mensajes cristianos

Venta, Reparación y Liberación de Teléfonos Móviles
Enciclopedia Virtual
Biblioteca Virtual
Servicios
 
Todo en eumed.net:

Congresos Internacionales


¿Qué son?
 ¿Cómo funcionan?

 

15 al 29 de
julio
X Congreso EUMEDNET sobre
Turismo y Desarrollo




Aún está a tiempo de inscribirse en el congreso como participante-espectador.


Próximos congresos

 

06 al 20 de
octubre
I Congreso EUMEDNET sobre
Políticas públicas ante la crisis de las commodities

10 al 25 de
noviembre
I Congreso EUMEDNET sobre
Migración y Desarrollo

12 al 30 de
diciembre
I Congreso EUMEDNET sobre
Economía y Cambio Climático

 

 

 

 

Encuentros de economia internacionales a traves de internet


Este sitio web está mantenido por el grupo de investigación eumednet con el apoyo de Servicios Académicos Internacionales S.C.

Volver a la página principal de eumednet