O CENTRO ESPÍRITA
BIBLIOTECA VIRTUAL de Derecho, Economía y Ciencias Sociales

 

DEBATE E DISCUSSÖES

Luiz Gonzaga de Sousa

 

 

Esta página muestra parte del texto pero sin formato.

Puede bajarse el libro completo en PDF comprimido ZIP (238 páginas, 718 kb) pulsando aquí

 

 

 

 

O CENTRO ESPÍRITA

Ao iniciar esta discussão sobre Centros Espíritas, é importante que se procure o real entendimento do que seja um Centro Espírita; isto significa dizer, o seu conceito essencial, para que não haja derivações acerca de seu sentido natural. Disto se pode fazer a seguinte pergunta: que é um Centro Espírita? Para que o serve? Como se comportam seus participantes? E, como trabalhar dentro dele? Isto é importante, porque muitas pessoas não entendem o que é um Centro Espírita, como o utilizar; e, qual é a sua real função dentro do contexto das religiões, das igrejas e dos templos que proliferaram na atualidade. É, neste sentido, que se procura entender o significado de um Centro Espírita, e como o usar, sem fanatismo e sectarismo, que é próprio de quem busca uma satisfação interior, e um encontro com Deus.

A formação dos Centros Espíritas tem sua estrutura, do mesmo modo que qualquer iniciação a qualquer grupo social, tais como um templo protestante, e muitas outras formas de agrupamento religioso, ou não. Todavia, existe somente uma diferença de fundamental importância entre a questão de empresas com fins lucrativos, e que não objetiva altas somas monetárias, tais como são aquelas associações que visam o ensinamento da vida espiritual, não somente além da morte, mas, aqui no planeta terra. Os Centros Espíritas não têm fins lucrativos, não buscam o share of mine de ninguém, como fazem muitas religiões, que vivem de alguns recursos de seus seguidores, e isto depois de um llavado de cerebro de seus súditos.

Assim sendo, já se pode definir um Centro Espírita, de maneira clara e compreensiva, sem ferir as outras instituições que pregam a libertação do espírito dentro do processo de evolução com os demais. Portanto, Centro Espírita, pode ser definido como sendo local onde se

cuida de aprofundar a mente e o coração nas preciosas palavras do Codificador e os Espíritos de Luz, estudando o espiritismo e fazendo não só que cada casa espírita seja um templo, mas, sobretudo, transforme-se numa escola de iluminação de consciência e sabedoria, onde se criem hábitos salutares e o amor mantenha sua substância, conduzindo as almas para o aprisco do CRISTO, nosso eterno e incessante condutor ,

como colocou CARVALHO (1992) em suas investigações sobre esta questão em análise, e que precisa ser melhor entendido pelos seus seguidores, ou simpatizantes.

O espiritismo não tem estabelecido um local de trabalho, entretanto, é importante que se tenha um environment onde se possa receber as energias salutares que são necessárias aos trabalhos com aqueles que estão extremamente precisados de alguma ajuda. Um ambiente preparado pelo mundo espiritual, com médicos, com evangelistas, com enfermeiros da espiritualidade, e com os mais diversos medicamentos da sublimidade espiritual, fica bem mais fácil a um resultado ser mais eficiente do que a sua prática ao ar livre, onde os espíritos ignorantes do bem podem intervir com maior facilidade. Esta é uma importância dos Centros Espíritas no mundo moderno, onde as máculas individuais se avolumam, a ignorância campeia, e a necessidade de ajustamento é cada vez maior nos dias atuais.

Um Centro Espírita não constitui um ambiente de veneração aos espíritos sublimados, ou àqueles que são conhecidos nos trabalhos de meditação, ou famosos pelos seus trabalhos repassados através de psicografia. Um Centro Espírita não é um ambiente de preces venerativas em busca do Zen, ou Alfa; mas, um recanto de introspecção, para uma reflexão sobre os atos praticados no passado, objetivando não o exercitar no futuro. Um Centro Espírita é um ambiente hospitalar, onde distante da atmosfera do baixo astral, os enviados da superioridade espiritual tentam a execução de alguns trabalhos de ajuda por mérito, ou para servir de exemplo, ou um pedido de alguém que tem condições espirituais de rogar por aquele que neste momento está necessitando, mesmo que seu coração não seja merecedor.

Não se pode comparar um Centro Espírita com uma igreja, ou templo evangélico, mesmo sabendo que todos têm os mesmos objetivos que é ensinar a toda humanidade, o modo de viver, a conhecer-se a si mesmo, e a conscientizar-se sobre as condições dos demais. Um Centro Espírita tem funções muito mais abrangentes do que as outras religiões paralelas, não que seja melhor, mas, que já conseguiu um estágio de melhor compreensão da vida cósmica, da utilização do amor, e do entendimento do bem. Um Centro Espírita é apenas uma casa, ou um ambiente melhor equipado para os trabalhos com a espiritualidade; entretanto, deve-se levar em consideração que o espiritismo é a prática do amor em qualquer lugar, em qualquer instante, quando as oportunidades surgirem para sua execução.

Entretanto, observa-se nos Centros Espíritas que muitas das pessoas que freqüentam seus trabalhos, comportam-se como se estivessem em uma igreja católica, ou em um templo evangélico, com as mesmas reverências, e os mesmos rituais de desfile de moda, de bate-papo informal, e de rituais sem raciocínio. Os Centros Espíritas devem ser conduzidos pelo prisma do entendimento das coisas de Deus; o relacionamento da natureza com as outras criações, e tudo interligado tal como foi criado. Nas outras religiões existem as hierarquias, os postos, onde cada pessoa, com suas condições vibracionais exerce suas posições naturais; no entanto, nos Centros Espíritas, não existem essas qualificações, pois, são todos iguais, e devem executar a sua tarefa igualmente à dos demais.

Aqui, um fato é importante relatar, isto significa dizer, um Centro Espírita constitui qualquer lugar onde um irmão ao estar carecendo de uma ajuda, de qualquer maneira, ou de qualquer forma; e, para isto, não precisa de lugar para se fazer este trabalho de doação, para aquele que precisa neste momento. A formalização de um lugar certo para as atividades espirituais, muitas das vezes leva ao igrejismo, que, com os devidos respeitos, pode culminar com os fanatismos, os messianismos exacerbados que prevaleceram em séculos passados. Daí, têm-se muitos exemplos dessas igrejinhas que terminaram em grupos de fanáticos, com prejuízos severos para os seus adeptos, e para a sociedade que teve que conviver com esses agrupamentos que poderiam alastrar suas idéias para todos da comunidade.

Por que isto aconteceu, ou acontece ainda nos tempos modernos? como contornar essas dificuldades? Vejam que os Centros Espíritas têm o objetivo de ensinar à humanidade os princípios de Deus, que nada mais são do que, como se conviver melhor com a natureza, com as pessoas, e com a vida. É uma compreensão de tudo que existe. É uma filosofia de vida, mas, deixando sempre que as pessoas aprendam e sigam com seus próprios pés. Entretanto, verifica-se que os líderes gostam de ser louvados, não fazem com que esses seus seguidores caminhem com seus próprios conhecimentos, sanem de uma vez por todas as dificuldades que são suas, e cada um, é que vai contornar as suas dificuldades. Neste sentido, é importante a frase que diz viva e deixe que os outros vivam as suas próprias dificuldades, para que aprendam com elas.

A humanidade tem incitado o medo nas pessoas através dos poltergeisters, das visagens, dos werewolfs, e em muitas outras formas de aparições que seriam sobre-naturais, por desconhecimento do mundo invisível, ao dificultar o progresso individual, ou do mundo inteiro, ao ser lento, ou muito lento, de acordo com a evolução de cada um. A espiritualidade tem dado muitos exemplos da vida extra-corpórea; mas, como princípio de vida, como processo de aprendizado para aquele que não entende o porque de tal fato, passa despercebido, e começa a sofrer as dificuldades pelo seu desconhecimento do além matéria. É preciso que saiba que qualquer queda, qualquer dificuldade parte de uma condição do seu próprio eu, como a necessidade que se tem para a busca de compreender a vida, tal como ela existe no universo.

Desta forma, um Centro Espírita é isto que foi demonstrado com clareza, dentro das dificuldades, das limitações que todo ser humano tem, quando se encontra na erraticidade, ou encarnado, buscando o seu aperfeiçoamento, tal como se começa a aprender nas escolas o conhecimento da vida. Veja que se fazem as coisas de forma mal feitas. Com o aprendizado podem se deixar de fazer-las com defeito. Ao se melhorar cada vez mais, chega-se a confeccionar uma obra-prima, do mesmo modo como fizeram muitos gênios da história universal. Por isso, um Centro Espírita é transmissão de energia, de amor, de fraternidade e, acima de tudo, um ponto de aprendizado que deve ser levado em conta no dia a dia de cada um, nas ruas, no lar, no trabalho, no relacionamento, e nas meditações que se fazem diuturnamente.

Finalmente, deve-se ter um Centro Espírita, como um ponto de encontro entre os seres humanos que buscam se conhecer, através dos ensinamentos trazidos pelos espíritos de luz, com o beneplácito dos espíritos divinos, sobre a atuação de Deus, que bondosamente espera a todos de forma igualitária; perfeitos como foram construídos; e, participativos da humanidade com muito amor. A ida a um Centro Espírita é um dever natural, e não uma necessidade compulsória. Não precisa de reverência, mas, de educação, respeito e muito amor para dar, porque não necessariamente as doações são feitas pelos que fazem parte da casa; não obstante, por todos que participam do trabalho de evolução da humanidade hoje e sempre.

Grupo EUMEDNET de la Universidad de Málaga Mensajes cristianos

Venta, Reparación y Liberación de Teléfonos Móviles
Enciclopedia Virtual
Economistas Diccionarios Presentaciones multimedia y vídeos Manual Economía
Biblioteca Virtual
Libros Gratis Tesis Doctorales Textos de autores clásicos y grandes economistas
Revistas
Contribuciones a la Economía, Revista Académica Virtual
Contribuciones a las Ciencias Sociales
Observatorio de la Economía Latinoamericana
Revista Caribeña de las Ciencias Sociales
Revista Atlante. Cuadernos de Educación
Otras revistas

Servicios
Publicar sus textos Tienda virtual del grupo Eumednet Congresos Académicos - Inscripción - Solicitar Actas - Organizar un Simposio Crear una revista Novedades - Suscribirse al Boletín de Novedades
 
Todo en eumed.net:
Eumed.net

Congresos Internacionales


¿Qué son?
 ¿Cómo funcionan?

 

15 al 29 de
julio
X Congreso EUMEDNET sobre
Turismo y Desarrollo




Aún está a tiempo de inscribirse en el congreso como participante-espectador.


Próximos congresos

 

06 al 20 de
octubre
I Congreso EUMEDNET sobre
Políticas públicas ante la crisis de las commodities

10 al 25 de
noviembre
I Congreso EUMEDNET sobre
Migración y Desarrollo

12 al 30 de
diciembre
I Congreso EUMEDNET sobre
Economía y Cambio Climático

 

 

 

 

Encuentros de economia internacionales a traves de internet


Este sitio web está mantenido por el grupo de investigación eumednet con el apoyo de Servicios Académicos Internacionales S.C.

Volver a la página principal de eumednet