El cooperativismo una alternativa de desarrollo a la globalización neoliberal para América Latina

CARLOS GOMES

O MEIO AMBIENTE

O conjunto dos elementos onde o homem vive constitui o seu meio ambiente. Este inclui, basicamente, o meio natural e o meio artificial.

No âmbito da ciência económica, o meio natural não envolve todo o Universo, mas apenas aquela parte da Natureza na qual, duma forma ou doutra, o homem intervem no sentido de aproveitar e transformar os recursos naturais com vista a obter os produtos que necessita. A sua interferência no aproveitamento dos recursos naturais amplia-se com o desenvolvimento da sociedade. A exploração dos mares, do subsolo ou do espaço aéreo, ocorre ou expande-se quando as forças produtivas atingem um determinado nível na sua evolução.

A riqueza de recursos naturais constitui um elemento importante da actividade produtiva e, consequentemente, do potencial económico de cada povo. Porém, com o desenvolvimento do processo produtivo diminui, em termos relativos, a dependência das condições naturais.

O meio geográfico e ambiental onde o homem vive e actua inclui:

1. a superfície terrestre com os diferentes solos, mares, rios, desertos, montanhas, florestas, etc.;
2. as diferentes zonas climatéricas, com as suas alterações no tempo;
3. as fontes naturais dos meios de vida, com abundância ou insuficiência das diferentes espécies de animais e plantas, fauna e flora;
4. as riquezas provenientes da natureza geológica do subsolo, da energia solar ou do regime dos ventos.

A configuração do relevo do solo, a altitude ou a planície, facilitam ou opõem-se às comunicações entre as regiões, formando barreiras naturais; a localização da água, em redor da terra, à superfície ou no interior do solo, revela-se insuficiente nos desertos ou excessiva em regiões tropicais e equatoriais. Os oceanos separaram os continentes americanos e australianos durante milénios; o deserto do Sara dividiu o continente africano em duas áreas com evoluções distintas.

As alterações climatéricas e das condições do meio geográfico e ambiental exerceram uma grande influência no desigual desenvolvimento económico, ao longo da história, influenciando o avanço de uns povos e o atraso de outros. Não se pode, porém, daí inferir que se trate duma condição determinante ou decisiva.
Os seres humanos têm revelado, ao longo de centenas de milénios, uma grande capacidade de adaptação aos mais variados ambientes, procurando sempre deles retirar o máximo proveito. Porém, o seu comportamento não tem sido determinado apenas pela influência do meio natural.

No processo de produção o homem adapta e transforma a natureza, criando um meio ambiente artificial. Dele fazem parte a fertilização das terras, a criação de animais, a plantação de plantas, os povoados, as cidades, os abrigos, os caminhos, os meios de transporte, etc. O aproveitamento das fontes de energia pode ter uma origem natural, como é o caso do fogo, do vento, da água ou da força dos animais domesticados, ou uma origem artificial como acontece a electricidade, a força do vapor ou dos processos químicos e nucleares.

A influência da natureza na sociedade tem um carácter espontâneo, mas a acção exercida pela sociedade sobre a natureza resulta sempre duma motivação consciente dos homens. Esta depende do nível das forças produtivas, do sistema económico e social ou do nível de desenvolvimento técnico e científico.

Com a intervenção excessiva da acção do homem cresce o perigo duma influência incontrolada sobre o meio natural, resultante do desconhecimento dos efeitos, da imprudência ou da ânsia do lucro.

 

Grupo EUMEDNET de la Universidad de Málaga Mensajes cristianos

Venta, Reparación y Liberación de Teléfonos Móviles
Enciclopedia Virtual
Economistas Diccionarios Presentaciones multimedia y vídeos Manual Economía
Biblioteca Virtual
Libros Gratis Tesis Doctorales Textos de autores clásicos y grandes economistas
Revistas
Contribuciones a la Economía, Revista Académica Virtual
Contribuciones a las Ciencias Sociales
Observatorio de la Economía Latinoamericana
Revista Caribeña de las Ciencias Sociales
Revista Atlante. Cuadernos de Educación
Otras revistas

Servicios
Publicar sus textos Tienda virtual del grupo Eumednet Congresos Académicos - Inscripción - Solicitar Actas - Organizar un Simposio Crear una revista Novedades - Suscribirse al Boletín de Novedades
 
Todo en eumed.net:
Eumed.net

Congresos Internacionales


¿Qué son?
 ¿Cómo funcionan?

 

15 al 29 de
julio
X Congreso EUMEDNET sobre
Turismo y Desarrollo




Aún está a tiempo de inscribirse en el congreso como participante-espectador.


Próximos congresos

 

06 al 20 de
octubre
I Congreso EUMEDNET sobre
Políticas públicas ante la crisis de las commodities

10 al 25 de
noviembre
I Congreso EUMEDNET sobre
Migración y Desarrollo

12 al 30 de
diciembre
I Congreso EUMEDNET sobre
Economía y Cambio Climático

 

 

 

 

Encuentros de economia internacionales a traves de internet


Este sitio web está mantenido por el grupo de investigación eumednet con el apoyo de Servicios Académicos Internacionales S.C.

Volver a la página principal de eumednet