El cooperativismo una alternativa de desarrollo a la globalización neoliberal para América Latina

CARLOS GOMES

ESTRATIFICAÇÃO SOCIAL

As primeiras sociedades eram igualitárias, demonstrando poucos sinais duma estrutura hierarquizada, sem estratificação social ou regras institucionalizadas, não se discernindo quaisquer distinções sociais. A base da formação de classes sociais distintas assenta na divisão social do trabalho.

A primeira oposição de classes coincide com o desenvolvimento do antagonismo entre o homem e a mulher e, consequentemente, a primeira opressão de classe coincide com a do sexo feminino pelo masculino. No seio da família começa a desenhar-se uma escravatura latente, embora muito rudimentar. A mulher, os filhos e outros parentes vão-se tornando escravos do homem, o que corresponde já a uma disposição do trabalho alheio.

A divisão social do trabalho conduz ao agrupamento de pessoas cuja diferente posição na produção começa a ficar socialmente assegurada por formas de apropriação de meios de produção e de bens remanescentes. Entre os criadores de gado regista-se mais cedo a diferenciação económica e social, em consequência do aumento rápido da dimensão dos rebanhos e manadas de gado constituírem uma riqueza significativa.

O aparecimento duma classe de guerreiros responsável pela defesa das aldeias, enquanto os agricultores e pastores se encontravam nos campos, e duma classe de sacerdotes com a missão de proteger e salvaguardar as colheitas e os rebanhos, constituiu o embrião da formação duma futura classe social dominante.

Anteriormente, os indivíduos capturados eram normalmente mortos ou acolhidos como irmãos na tribo dos vencedores. Com a introdução do modo agrícola de produção, em algumas regiões, a situação modificou-se passando os prisioneiros a serem utilizados para vigiar o gado, iniciando-se o aproveitamento do homem como meio de trabalho. Começou assim a nascer uma forma de escravatura primitiva que constituiu um dos primeiros sinais de desintegração do sistema comunitário. Não se trata, porém, ainda duma produção baseada no trabalho escravo.
 

Grupo EUMEDNET de la Universidad de Málaga Mensajes cristianos

Venta, Reparación y Liberación de Teléfonos Móviles
Enciclopedia Virtual
Economistas Diccionarios Presentaciones multimedia y vídeos Manual Economía
Biblioteca Virtual
Libros Gratis Tesis Doctorales Textos de autores clásicos y grandes economistas
Revistas
Contribuciones a la Economía, Revista Académica Virtual
Contribuciones a las Ciencias Sociales
Observatorio de la Economía Latinoamericana
Revista Caribeña de las Ciencias Sociales
Revista Atlante. Cuadernos de Educación
Otras revistas

Servicios
Publicar sus textos Tienda virtual del grupo Eumednet Congresos Académicos - Inscripción - Solicitar Actas - Organizar un Simposio Crear una revista Novedades - Suscribirse al Boletín de Novedades
 
Todo en eumed.net:
Eumed.net

Congresos Internacionales


¿Qué son?
 ¿Cómo funcionan?

 

15 al 29 de
julio
X Congreso EUMEDNET sobre
Turismo y Desarrollo




Aún está a tiempo de inscribirse en el congreso como participante-espectador.


Próximos congresos

 

06 al 20 de
octubre
I Congreso EUMEDNET sobre
Políticas públicas ante la crisis de las commodities

10 al 25 de
noviembre
I Congreso EUMEDNET sobre
Migración y Desarrollo

12 al 30 de
diciembre
I Congreso EUMEDNET sobre
Economía y Cambio Climático

 

 

 

 

Encuentros de economia internacionales a traves de internet


Este sitio web está mantenido por el grupo de investigación eumednet con el apoyo de Servicios Académicos Internacionales S.C.

Volver a la página principal de eumednet