El cooperativismo una alternativa de desarrollo a la globalización neoliberal para América Latina

CARLOS GOMES

MEIOS HUMANOS

As características físicas não se alteraram com a produção agrícola, mas a ampliação dos conhecimentos técnicos e científicos, adquiridos ao longo de milénios, foi decisiva para o desenvolvimento do processo que permitiu assegurar as bases do modo de produção alimentar. A memória colectiva do saber de grupos humanos passa de geração em geração sob a forma de rituais, de imagens físicas ou de cantos. Desenvolve-se a aptidão para memorizar os conhecimentos acumulados, de os conservar e transmitir por tradição oral. Aos jovens é dado a conhecer, pelos mais velhos, a extensão do território, os seus limites, a distribuição das águas, as características dos solos, das plantas e dos animais.

As deslocações e o contacto com os diferentes povos pode ter constituído um factor importante de comunicação e transmissão desses conhecimentos e da experiência vivida com a actividade agrícola, a perícia na manufactura de instrumentos de trabalho e o conhecimento empírico de muitos elementos de cultura material e imaterial.

A passagem da simples recolha de frutos e outros bens da natureza para a criação de plantas e animais, com o aparecimento de novos meios de produção, foi acompanhada de saltos graduais no aumento da população. Por sua vez, a pressão demográfica desempenhou um papel essencial na expansão da produção agrícola. As transformações ocorridas permitiram suportar populações mais numerosas, criando uma esperança de vida comparativamente superior à existente. Há um fenómeno de interacção entre o aumento da produção e o crescimento da população.

A fixação das populações deu lugar a uma muito maior densidade num dado território. Não há números nem estatísticas fidedignas que permitam avaliar as consequências demográficas. Calcula-se, porém, que o número de habitantes corresponda a cerca de 50 vezes mais do que o existente no modo de vida baseado apenas na simples recolha de alimentos. O crescimento demográfico contribuiu para a especialização produtiva, para o aumento da relação entre pessoas e recursos e para a expansão das permutas entre famílias e entre comunidades.

As populações que adoptaram o cultivo da terra abandonaram as migrações sazonais ou as deslocações para regiões vizinhas. Espalharam-se por várias regiões e concentraram-se de preferência nos vales dos rios e lagos, em zonas onde os solos e as pastagens encorajam a vida sedentária.

Com a crescente dessecação de grandes áreas da África e da Ásia, os caçadores domesticaram o gado selvagem e retiraram-se, juntamente com os seus rebanhos, para zonas onde a água existia em permanência. Alguns povos que mais se dedicaram à pastorícia optou por um tipo de vida nómada.
 

Grupo EUMEDNET de la Universidad de Málaga Mensajes cristianos

Venta, Reparación y Liberación de Teléfonos Móviles
Enciclopedia Virtual
Economistas Diccionarios Presentaciones multimedia y vídeos Manual Economía
Biblioteca Virtual
Libros Gratis Tesis Doctorales Textos de autores clásicos y grandes economistas
Revistas
Contribuciones a la Economía, Revista Académica Virtual
Contribuciones a las Ciencias Sociales
Observatorio de la Economía Latinoamericana
Revista Caribeña de las Ciencias Sociales
Revista Atlante. Cuadernos de Educación
Otras revistas

Servicios
Publicar sus textos Tienda virtual del grupo Eumednet Congresos Académicos - Inscripción - Solicitar Actas - Organizar un Simposio Crear una revista Novedades - Suscribirse al Boletín de Novedades
 
Todo en eumed.net:
Eumed.net

Congresos Internacionales


¿Qué son?
 ¿Cómo funcionan?

 

15 al 29 de
julio
X Congreso EUMEDNET sobre
Turismo y Desarrollo




Aún está a tiempo de inscribirse en el congreso como participante-espectador.


Próximos congresos

 

06 al 20 de
octubre
I Congreso EUMEDNET sobre
Políticas públicas ante la crisis de las commodities

10 al 25 de
noviembre
I Congreso EUMEDNET sobre
Migración y Desarrollo

12 al 30 de
diciembre
I Congreso EUMEDNET sobre
Economía y Cambio Climático

 

 

 

 

Encuentros de economia internacionales a traves de internet


Este sitio web está mantenido por el grupo de investigación eumednet con el apoyo de Servicios Académicos Internacionales S.C.

Volver a la página principal de eumednet