El cooperativismo una alternativa de desarrollo a la globalización neoliberal para América Latina

CARLOS GOMES

GRUPOS HUMANOS

O modo de produção baseado na caça e na simples recolha de alimentos é adequado à existência de pequenos grupos organizados e coesos. Toda a sua actividade constitui uma acção conjunta, sendo impossível a vida fora do grupo. Os homens procuram manter-se juntos e a relação entre os seus membros é muito intensa, com elevado grau de consciência social e solidariedade. Com o decorrer do tempo, o modo de vida gregário é substituído pela organização gentílica que coincide com o aparecimento do tipo de homem moderno, ou seja, biologicamente já semelhante ao actual.

A unidade social mais estável reunia poucas dezenas de indivíduos, com capacidade para obter comida para todos os seus membros. Este facto não exclui a possibilidade de diversos grupos, vivendo num determinado território, manterem ligações periódicas ou temporárias, com a finalidade de realizarem acções práticas ou estabelecerem relações baseadas em tradições culturais ou em afinidades genéticas. Havia cruzamentos entre membros de diferentes grupos. Algumas comunidades, existentes sobretudo em África, parecem ter vivido isoladas por longos períodos nas florestas e savanas.
É admissível que vários grupos de caçadores juntassem as suas forças ocasionalmente para interceptarem manadas de animais. Alguns laços sociais e organizativos, a nível regional, uniam várias comunidades de caçadores.

Em alguns casos, as comunidades humanas viviam afastadas sendo esporádicos os seus contactos; noutros casos, sobretudo de populações menos sedentárias, os vários grupos humanos estabelecem contactos uns com os outros e permutam entre si as técnicas de criação de instrumentos e os utensílios utilizados.

As técnicas de fabrico de artefactos não eram exactamente as mesmas entre os grupos de pessoas vivendo num determinado território, mas os mesmos utensílios apareciam em poder de comunidades que mantinham ligações entre si.

Isto não deve ser interpretado como existindo uma organização formal, mas como um protótipo de organismos sociais com algum significado e com reflexos no florescimento da comunidade primitiva.
 

Grupo EUMEDNET de la Universidad de Málaga Mensajes cristianos

Venta, Reparación y Liberación de Teléfonos Móviles
Enciclopedia Virtual
Economistas Diccionarios Presentaciones multimedia y vídeos Manual Economía
Biblioteca Virtual
Libros Gratis Tesis Doctorales Textos de autores clásicos y grandes economistas
Revistas
Contribuciones a la Economía, Revista Académica Virtual
Contribuciones a las Ciencias Sociales
Observatorio de la Economía Latinoamericana
Revista Caribeña de las Ciencias Sociales
Revista Atlante. Cuadernos de Educación
Otras revistas

Servicios
Publicar sus textos Tienda virtual del grupo Eumednet Congresos Académicos - Inscripción - Solicitar Actas - Organizar un Simposio Crear una revista Novedades - Suscribirse al Boletín de Novedades
 
Todo en eumed.net:
Eumed.net

Congresos Internacionales


¿Qué son?
 ¿Cómo funcionan?

 

15 al 29 de
julio
X Congreso EUMEDNET sobre
Turismo y Desarrollo




Aún está a tiempo de inscribirse en el congreso como participante-espectador.


Próximos congresos

 

06 al 20 de
octubre
I Congreso EUMEDNET sobre
Políticas públicas ante la crisis de las commodities

10 al 25 de
noviembre
I Congreso EUMEDNET sobre
Migración y Desarrollo

12 al 30 de
diciembre
I Congreso EUMEDNET sobre
Economía y Cambio Climático

 

 

 

 

Encuentros de economia internacionales a traves de internet


Este sitio web está mantenido por el grupo de investigación eumednet con el apoyo de Servicios Académicos Internacionales S.C.

Volver a la página principal de eumednet