?>
alt="" class="" />

Heriberto Wagner Amanajás Pena (CV)
Universidade do Estado do Pará
' . $nRegistro; ?>

Volver al índice

Resumo

As considerações sobre a dinâmica do desflorestamento no estado do Pará-Amazônia-Brasil têm indicado resultados estatísticos que se ajustam a sua dimensão territorial, mas para uma análise de conversões florestais em escala de municípios outros determinantes emergem como fatores relevantes e isto estaria associado a um ambiente complexo, não controlado e com estruturas de imputs multidimensionais. A compreensão adequada do impacto das atividades produtivas esta associado ao objetivo de determinar quais são as variáveis latentes que identificam, dimensionam e explicam a dinâmica do desflorestamento recente no município Moju, a partir da Modelagem de Regressão Linear Múltipla - MRLM permitir estimar os parâmetros explicativos. A Análise Fatorial Exploratória - AFE foi à técnica empregada para identificar a variabilidade comum dos dados com ênfase na variância total pelo Método dos Componentes Principais – MCP adotando a rotação ortogonal Varimax para isolar as variáveis ao fator e utilizando os escores como regressores. O modelo se ajustou as hipóteses teóricas e apresentou elevado poder de explicação (R2 99,20), da variável explicada desflorestamento, e com significâncias abaixo de 1% para as variáveis explicativas.

Índice

INTRODUÇÃO

REVISÃO BIBLIOGRÁFICA

METODOLOGIA: DA MULTIVARIADA AO MODELO DE CONVERSÕES DE ECOSSISTEMAS - MCE

A ANÁLISE MULTIVARIADA COMO MÉTODO ESTATÍSTICO

A TÉCNICA DE ANÁLISE FATORIAL - AF

O MODELO MATRICIAL DA ANÁLISE FATORIAL

A EXTRAÇÃO

E O NÚMERO DE FATORES

A ROTAÇÃO DE FATORES

DIAGNÓSTICOS DE VIOLAÇÃO DAS HIPÓTESES

Avaliando a Análise Multivariada

O MODELO ANALÍTICO DAS CONVERSÕES ECOSSISTÊMICAS

O Modelo Teórico

O Modelo Estatístico

Descrição das variáveis e hipóteses clássicas

RESULTADOS

ANALISE FATORIAL

Validação da Interdependência

A Dimensão Fatorial e Interpretação dos Fatores

A Equação Fatorial

ANALISE DO MODELO - MCE

Os Resultados Estatísticos

Análise Econômica do MCE

CONSIDERAÇÕES FINAIS

REFERÊNCIAS

Volver al índice