INFLAÇÃO E CONCENTRAÇÃO DE RENDA. Uma abordagem computacional a partir do software Gretl

INFLAÇÃO E CONCENTRAÇÃO DE RENDA. Uma abordagem computacional a partir do software Gretl

Marcelo Santos Chaves (CV)
José Luiz Ferreira Fonseca
Fernando Cardoso De Matos
Heriberto Wagner Amanajás Pena

Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Pará
modelo.doma@gmail.com
ISBN-13: 978-84-16036-34-9
Nº Registro: 201426960

Sinopsis

É comum observarmos em programas de rádios, TV e internet, economistas mencionando a existência do seguinte fenômeno: “a elevação da taxa de inflação tende a elevar também o nível de concentração de renda no país”. Até que ponto esta premissa é verdadeira do ponto de vista matemático? A considerar a possibilidade de sua procedência, seria possível, através de um método computacional, examinar com melhor precisão a relevância e consistência de tal premissa em um ambiente de ensino-aprendizagem? O presente trabalho tem como foco preliminar a investigação empírica sobre a correlação entre os fenômenos macroeconômicos concentração de renda e inflação, e como foco principal o manuseio de tecnologias computacionais no ensino da matemática. Sua construção se procederá com uma abordagem metodológica e computacional, fazendo o uso do software Gretl versão 1.19.12, objetivando aferir o comportamento simultâneo dos fenômenos macroeconômicos retromencionados, como forma de instrumentalizar o uso de tecnologias computacionais na educação básica, enquanto mecanismos facilitadores da construção do conhecimento matemático aplicado.

Índice

Considerações Iniciais
Capitulo I – Referencial Teórico
1. O uso de tecnologias na prática de ensino da matemática
2. O Fenômeno Inflação
2.1 Caracterizações
2.1.1 Índices de Preço: definição e modelagens
2.1.2 Calculo do índice oficial de inflação
3. O Fenômeno Concentração de Renda
3.1 Caracterizações
3.2 A Curva de Lorenz e o Índice de Gini
Capitulo II – Metodologia
4. Software Gretl: uma ferramenta computacional
4.1. Por que escolher o Gretl?
4.2. Compilação e importação de dados
4.3. Especificação do modelo linear
4.4. Matriz de correlação das variáveis
4.5. Plotagem e análise gráfica
4.6. Análise dos Mínimos Quadrados Ordinários (MQO)
Capitulo III – Aplicações e Resultados para um Caso Concreto
4.7. Compilação e importação de dados
4.8. Especificação do modelo linear
4.9. Matriz de correlação das variáveis
4.10. Plotagem e análise gráfica
4.11 Método dos Mínimos Quadrados Ordinários (MQO)
Capítulo IV – Discussões
5. Discussão dos Resultados Obtidos
6. Discussão sobre a relevância didática do Gretl
Conclusões
Referências
Apêndices