BIBLIOTECA VIRTUAL de Derecho, Economía y Ciencias Sociales

ESTUDO SOBRE DETERMINAÇÃO DE PONTOS OTIMOS PARA LOCALIZAÇÃO E IMPLANTAÇÃO DE USINAS DE BIODIESEL NO ESTADO DO TOCANTINS

Karyn Siebert Pinedo



Esta página muestra parte del texto pero sin formato.

Puede bajarse el libro completo en PDF comprimido ZIP (150 páginas, 3.31 Mb) pulsando aquí

 

 

2.3. Logística e sua evolução nos últimos anos

Para Bowersox e Closs (2001), o setor logístico ganhou atenção, após a década de 1980, em diversas áreas, pelas mudanças tecnológicas e de regulamentação que influenciaram de modo significativo o setor logístico. Pode-se citar como exemplo: a) mudança significativa nas regulamentações do setor logístico, tanto na questão da importação quanto na da exportação; b) Informatização; c) revolução da informação; d) adoção em grande escala, dos movimentos da qualidade; e) desenvolvimento de parcerias e alianças estratégicas.

As empresas sempre realizaram atividades como as de suprimento, estocagem, transporte e distribuição de produtos, mas a novidade foi quando começaram a realizar todas as atividades de forma integrada e coordenada. Tal situação levou as empresas e indústrias a reconhecerem que a logística tem potencial para agregar valor aos serviços e produtos.

Segundo Chiavenatto (2005), a evolução dos processos e estudos de logísticas, depois da Segunda Guerra Mundial, se deu graças às mudanças implantadas pelas empresas japonesas após a década de 1960. Tal evolução envolveu os processos produtivos conhecidos como: a) Kaizen (melhoria continua); b) Controle Estatístico de Qualidade (metodologia estatística na inspeção de qualidade – qualidade assegurada); c) Controle Total da Qualidade (conceito estratégico de qualidade envolvendo não só a empresa como também fornecedores e indo até o cliente final); d) Kanban (sistema de controle da ordem das atividades em um processo seqüencial); e) Just-in-time (sistema de produção que procura agilizar a resposta da produção às demandas do cliente por meio da eliminação do desperdício e do aumento da produtividade).

Segundo Bowersox e Closs (2001) pode-se definir a logística como um conjunto de atividades de compra, movimentação e armazenagem, que pode ser definido como fluxo de produtos desde a aquisição da matéria prima até seu ponto final de entrega. Ainda podemos citar algumas atividades primárias da logística, as quais são:

• Gerência de estoques: neste ponto a empresa prioriza o valor do tempo, que significa colocar o produto no momento da necessidade.

• Gerência de transportes: prioriza o valor do lugar, disponibiliza o produto no local necessário.

• Gerência de informações: prioriza o valor do acompanhamento do processo do produto, tratam-se da coleta, processamento e transmissão das informações relativas aos pedidos dos clientes, internos e externos, e de todas as informações sobre produção e distribuição aos clientes.

A logística engloba um grande conjunto de atividades que são realizadas, muitas vezes, em diversas áreas dentro da empresa ou são executadas em locais e tempos diferentes o que aumenta a complexidade deste setor.

2.3.1. Ciclos de atividades da logística

Uma das principais ferramentas de análise da logística é o ciclo de atividades, isso porque ele fornece uma perspectiva básica da dinâmica, das interfaces e das decisões que devem ser executadas para a criação de um sistema operacional. Nesta etapa os fornecedores, a empresa e seus clientes são vinculados pelos serviços e atendimento logísticos especializados. As localizações de instalações vinculadas a esses ciclos de atividades são chamadas de “nó” (BOWERSOX E CLOSS, 2001).

Ainda segundo Bowersox e Closs (2001), existem três pontos importantes para melhor compreensão dos sistemas logísticos:

• Ciclo de atividades é a unidade fundamental para análise de funções logísticas;

• A estrutura de ciclos de atividades, em termos de organização de nós e vínculos, é basicamente a mesma, tanto na distribuição física, como no apoio à manufatura ou ao suprimento;

• As interfaces e os processos de controle devem ser identificados e avaliados como combinações de ciclos de atividades ao se buscar a integração dos processos.

Para melhor se compreender essas atividades, na figura 2.5 apresentam-se as atividades da logística básica, mostrando as três áreas operacionais. A seguir, na figura 2.6, pode-se observar a estrutura mais complexa da rede logística. As estruturas mostradas são a essências dos ciclos de atividades da logística, e servem como base para a implantação da logística integrada nas empresas.

Na figura 2.4 e 2.5, os ciclos de atividades logísticos básicos são compostos pelo ciclo de suprimento, de apoio à manufatura e pela distribuição física. Esses ciclos transportados para o estudo da cadeia do biodiesel podem ser traduzidos como: 1) O relacionamento com os fornecedores de matérias-primas e logística; 2) Recebimento das matérias-primas e dos insumos como material básico para produção do biodiesel (oleaginosas ou sebos, etanol e outros produtos); 3) Preparação da matéria-prima; 3) Fabricação do produto; 4) Depósitos e armazenagem; 4) Escolha da embalagem e do transporte; 5) Preparação da rotas e logística de distribuição; 5) Entrega ao cliente.

Conforme Bradley (1998), a logística tem o desafio final de entregar os produtos e mercadorias no destino final (consumidor), ao menor custo e no menor tempo possível nos mercados internos e externos. Algumas ações influenciam no desenvolvimento da logística, são eles: consumidores mais exigentes, redução do ciclo de vida dos produtos, utilização mais intensiva do just in time, globalização e inserção de novos produtos.


Grupo EUMEDNET de la Universidad de Málaga Mensajes cristianos

Venta, Reparación y Liberación de Teléfonos Móviles
 
Todo en eumed.net:

Congresos Internacionales


¿Qué son?
 ¿Cómo funcionan?

 

15 al 29 de
julio
X Congreso EUMEDNET sobre
Turismo y Desarrollo




Aún está a tiempo de inscribirse en el congreso como participante-espectador.


Próximos congresos

 

06 al 20 de
octubre
I Congreso EUMEDNET sobre
Políticas públicas ante la crisis de las commodities

10 al 25 de
noviembre
I Congreso EUMEDNET sobre
Migración y Desarrollo

12 al 30 de
diciembre
I Congreso EUMEDNET sobre
Economía y Cambio Climático

 

 

 

 

Encuentros de economia internacionales a traves de internet


Este sitio web está mantenido por el grupo de investigación eumednet con el apoyo de Servicios Académicos Internacionales S.C.

Volver a la página principal de eumednet