O FUNDO CONSTITUCIONAL DO NORTE-FNO NO ESTADO DO ACRE: RECURSOS DO POVO, POLÍTICA DE ESTADO, BENEFÍCIOS DA ELITE

O FUNDO CONSTITUCIONAL DO NORTE-FNO NO ESTADO DO ACRE: RECURSOS DO POVO, POLÍTICA DE ESTADO, BENEFÍCIOS DA ELITE

Régis Alfeu Paiva

Volver al índice

 

 

AGRADECIMENTOS

À minha esposa Aléxia Silveira de Lima Paiva, por sua paciência nas horas difíceis, pela compreensão nas dificuldades, pelo apoio nas fraquezas, e por ser quem ela é.

À minha mãe, Itamira de Melo Paiva, por sua luta ao longo de todos estes anos
e princípios que me fizeram permanecer firme.

Às minhas filhas Ana Paula, Rafaela e Alice, com minhas desculpas pelos destemperos nas horas de estresse.

À minha irmã e companheira de MSc, Maria Angélica Paiva.

Ao professor Francisco Carlos da Silveira Cavalcanti, por ser um amigo antes de ser orientador e pelo apoio neste projeto.

Aos meus amigos de MSc: Vera, Tassiany, Idalécio, Lucinda, Socorro, Tadeuma, Wlisses, Adão, Clóvis, Evaldo, Gilberto, Idaildo, Israel, Jesus, João Paulo, Marcelo, Marcos, Raquel, Raul, Polanco, Rosana, Wagner, por todos os momentos de
convivência durante o curso.

Aos professores do curso, Élder, Lucas, Carlos, Antônio Carlos, Sílvio, Adailton, que em nada ficam a dever aos de outras instituições.

Ao professor Mário Luiz de Oliveira (DCN), pela valiosa contribuição em um momento de dificuldade matemática.

Ao amigo José Janilson Amorim da Silva, que não por acaso é também professor da UFAC, pelo prestimoso apoio durante o curso e na aplicação da língua inglesa.

A todos os funcionários da UFAC, aqui homenageados na pessoa dos amigos Dário, Alcir, Tadeu, Raimundo (biblioteca) e Adi.

À Universidade Federal do Acre (UFAC), minha casa há 21 anos, e a CAPES, pelo financiamento deste trabalho.

A todos que, direta e indiretamente, apoiaram esta pesquisa e que dado a falta
de espaço não foi possível citar nominalmente.

Ao professor doutor Alejandro Fonseca Duarte, Departamento de Ciências da Natureza, que por dificultar e burocratizar o acesso aos dados climatológicos da Estação da UFAC impediu a realização de estudo sobre correlação do volume de chuvas com a
evolução dos empregos formais no Estado.

A você que lê este trabalho.