PRECE: SOLUÇÃO PARA TUDO
BIBLIOTECA VIRTUAL de Derecho, Economía y Ciencias Sociales

 

DEBATE E DISCUSSÖES

Luiz Gonzaga de Sousa

 

 

Esta página muestra parte del texto pero sin formato.

Puede bajarse el libro completo en PDF comprimido ZIP (238 páginas, 718 kb) pulsando aquí

 

 

 

 

PRECE: SOLUÇÃO PARA TUDO

A prece é uma das formas de conversar com seu interior mais íntimo possível (Deus); é o buscar dentro de você mesmo a solução para todos os seus problemas; e, é além do mais, uma reflexão sobre o pretérito da própria pessoa, que tem momentos de lembrança do passado bonito de sua vida, como também, de um passado de tristeza, através de uma saudade. A prece pode ter diversos nomes, estar em diferentes seitas, mas, um fim comum que é uma conversa com o seu interior, como uma solução para um determinado problema, ou um extravaso sobre qualquer angústia que esteja sentindo, cuja solução venha de Deus, ou de qualquer amigo espiritual. A prece é também denominada de oração, de reza, ou de concentração que se faça para obter da divindade Maior, que está dentro de cada um, um alívio para qualquer dificuldade que maltrata o ser humano em sua incoerência.

A forma como é feita a prece é de fundamental importância, para se obter algum resultado eficaz. Na Bíblia, dizem ser do apóstolo Lucas, um exemplo muito interessante, que diz o seguinte:

dois homens subiram ao templo a fim de orar; um era farizeu e o outro publicano. O farizeu estando em pé, orava assim, consigo mesmo: meus Deus, eu vos rendo graças porque não sou como os outros homens, que são ladrões, injustos e adúlteros, nem mesmo como esse publicano, jejuo duas vezes por semana, e dou o dízimo de tudo o que possuo. O publicano ao contrário, mantendo-se distante, não ousava sequer erguer os olhos ao céu; mas batia no peito dizendo: meu Deus, tende piedade de mim que sou um pecador .

Esta passagem evangélica levanta a questão sobre um sentimento de culpa muito forte, cuja prece não precisa de exposições, nem de alarido, nem de alto martirizar-se para entrar em sintonia com Deus.

Contudo, é fácil se observar que no século XX, encontram-se pessoas e mais pessoas, bem como dirigentes de trabalhos religiosos que se manifestam como se estivessem nos tempos dos farizeus, mostrando-se religiosos, adeptos de Deus, da Criação de tudo que existe, fragilizando ainda mais a sua própria inferioridade cristã. Orar, ou fazer prece é um processo de meditação, de compenetração, onde o homem pára para se ver no passado, tentando se libertar de suas pequenices espirituais, de suas ignorâncias do bem, para procurar reparar as suas faltas, pois, se não consegue pedir a Deus ajuda para tal. Assim, pede-se ajuda, porque muitos irmãos não têm condições de caminhar com os seus próprios pés, e somente a ajuda espiritual, dos irmãos bons, é que, fará com que se consiga força e coragem para suplantar as suas dificuldades.

A oração não é privilégio de católicos, dos protestantes, dos espíritas, ou de algumas outras seitas, é para todos, um contato com o seu interior, para implementar solução para todos aqueles que vivem nos umbrais do infinito, na ignorância do seu interior, em busca de luz e paz, em todos os momentos. Assim sendo, coloca Simão Abileno com habilidade:

em verdade, meus amigos, todos nós podemos endereçar a Deus, em qualquer parte e em qualquer tempo, as mais variadas preces; no entanto, nós todos precisamos cultivar paciência e humildade, para esperar e compreender as respostas de Deus .

No entanto, é visível que a maioria das pessoas, que fazem prece, guardam dentro de si, as maledicências, cujas preces e orações feitas não têm o destino esperado pelos seus executores, que somente nas aflições pedem ajuda.

A prece é um instrumento poderoso na busca de solução dos problemas que as pessoas atravessam, quer sejam de angústia, de depressão, de perturbação espiritual, de doenças físicas; e, enfim, de todos os males que os seres humanos se encontram acometidos devido as suas incúrias. Mas, a eficácia da prece está em que as pessoas não tenham orgulho, façam-na com muito amor e fé, sejam sinceras, neste encontro com Deus, sem verificar os defeitos dos outros, não fazer comparações com alguém, detratando-o, realmente ter pureza na escala do progresso. Quando na verdade, a pessoa tem uma certa pureza em seu coração, com a prece, os males do corpo desaparecerão, a harmonia e a solução dos problemas levantados se cessarão, e habitarão a paz e o amor que todos almejam, mas, não sabem onde o encontrar.

Quem não possui condições de receber os efeitos de uma prece que se faça, não precisa desesperar, é necessário ter paciência, resignação, simplicidade, e deixar o tempo passar para restabelecer a harmonia. Neste sentido, expressa o apóstolo Paulo:

é indispensável persistir na oração. Velando nesse trabalho com ação de graças. É forçoso reconhecer que louvar não é apenas pronunciar votos brilhantes. É também alegrar-se em pleno combate pela vitória do bem, agradecendo ao Senhor os motivos de sacrifício e sofrimento, buscando as vantagens que a adversidade e o trabalho nos trouxeram ao espírito .

Por isso, tendo vontade de arrependimento no que se pede, conseguir-se-á, basta que haja paciência, fervor, e humildade na busca de solução aos problemas mentalizados, e até doenças incuráveis serão sanadas.

Os efeitos da oração, ou prece, passam pelo interior de cada um, pois, dependendo dessa recepção, é que, conseguir-se-á algum efeito, tal como ainda explica Paulo, quando diz:

se não entendo o que significam as palavras, eu serei bárbaro para aquele com quem falo, e aquele que me fala será para mim bárbaro. Se oro numa língua que não entendo, meu coração ora, mas minha inteligência está sem fruto. - Se não louvais a Deus de coração, como um homem, entre aquele que entende senão sua própria língua, responderá amém, ao final de sua própria ação de graças, uma vez que ele não entende o que dizeis? Não é que vossa ação não seja boa, mas os outros dela não estão edificados .

Esta explicação é de grande importância, pois, normalmente, isto significa fazer uma oração, sem qualquer ligação com a divindade como muitos fazem, limitando o valor de uma prece, em que o recitador não receberá nenhum benefício pelos seus pedidos.

Entrementes, dentro dos conhecimentos que se têm, pode-se extrair que a prece nada mais é, do que uma ligação dos mortais com as vibrações puras, especificamente, com os espíritos de luz, de amor e de paz, porque, somente eles, são quem manda força e coragem para suplantar todas as enfermidades da vida material. A prece ao ser uma transmutação de energética, pode substituir as células malignas, ou enfermas, pois, o chamamento de energias boas, faz transformar as ruins em salutares, portanto, acontece a cura. A prece cura, e esta cura se dá quando ela se faz com amor, com muita fé e, sobretudo, com muita vontade de querer participar da lei do progresso, que é a eliminação de todas as maldades que foram praticadas em toda uma vivência que se passa.

Assim, observe que o poder da prece é muito grande, a vibração energética é tão fabulosa que a energia magnética que aparece na prece quando acontece a harmonização das energias surge a calma ambiental, tendo em vista que houve uma simbiose do bem com o bem, expulsando tudo de mal que existe. A prece dá a todos, alegria, acalma àqueles que tenham conseguido interligar com o plano certo, normaliza a circulação sanguínea, porque é energia salutar, e faz com que os desejos do que é bom sejam satisfeitos, porque é energia que chama energia através do magnetismo que existe entre ambos. A cura que acontece não é privilégio de alguém, em particular, porém, de todos que têm condições de captar energias puras do mundo espiritual, passar aos que necessitam e haja condições de tal acesso, comandado pelos espíritos superiores.

Alguns irmãos que trabalham curando as pessoas que têm dificuldades, não a fazem se não tiverem a prece como primeiro ponto a executar para que as energias salutares possam adentrar no circulo onde o sangue circula, eliminar as moléculas deletérias que existem por todo o corpo humano causadas pelas imprudências do ser encarnado. As curas acontecem pelas condições dos espíritos que são dotados, ou designados para desempenhar tal atividade frente aos espíritos que não se libertaram do mundo material, e dos homens físicos que precisam dirimir as deficiências que são acometidas pelas inferioridades de cada um, que precisa continuar a sua caminhada. É com apoio na fé, e na condição espiritual que Marcos disse: o que pedirdes na fé, crede que o obtereis, e vos será concedido .

O poder da prece é tão forte que todos os agregados religiosos usam-na em todos os seus trabalhos, objetivando acalmar os endurecidos, proporcionar conforto àqueles que sofrem as torturas de sua ignorância; pois, sem a força da prece, não existem condições de que as pessoas, ou espíritos possam sentir a luz Divina bater em seu coração. A prece deve estar presente na vida do ser humano, e dos espíritos em todos os tempos, ao amanhecer o dia, na hora do almoço, ao deitar, ao iniciar um trabalho, e em todos os instantes em que necessite da oração. Os curandeiros, as rezadeiras, todos aqueles que têm como objetivo de curar enfermidades que circundam a humanidade, é a prece, o principal mecanismo que surge com objetivo de sanar aquele problema, e consegue.

Finalmente, se todas as pessoas do mundo praticassem a prece em todos os instantes de sua vida, as dificuldades na eliminação das maldades do mundo seriam bem menores, e as pessoas entenderiam que tudo que se passa com o ser humano decorre das vibrações de suas energias com as do universo, e a prece é uma manipulação dessas energias, buscando as boas e eliminando as ruins do meio onde vive. A prece é uma mentalização com a pureza da criação divina, indo dentro de seu interior, e trazendo o conhecimento sobre as coisas que fazem todos puros, perfeitos, tal como os espíritos de luz que dão fortaleza, e os espíritos iluminados que sempre clareiam com tanto amor a todos. Assim sendo, pode-se deixar claro que a prece é solução para tudo que existe, só basta que a faça, ligando-se com a pureza do mundo astral, onde somente o amor, a caridade, e a felicidade são ingredientes que todos precisam evoluir.

Grupo EUMEDNET de la Universidad de Málaga Mensajes cristianos

Venta, Reparación y Liberación de Teléfonos Móviles
Enciclopedia Virtual
Economistas Diccionarios Presentaciones multimedia y vídeos Manual Economía
Biblioteca Virtual
Libros Gratis Tesis Doctorales Textos de autores clásicos y grandes economistas
Revistas
Contribuciones a la Economía, Revista Académica Virtual
Contribuciones a las Ciencias Sociales
Observatorio de la Economía Latinoamericana
Revista Caribeña de las Ciencias Sociales
Revista Atlante. Cuadernos de Educación
Otras revistas

Servicios
Publicar sus textos Tienda virtual del grupo Eumednet Congresos Académicos - Inscripción - Solicitar Actas - Organizar un Simposio Crear una revista Novedades - Suscribirse al Boletín de Novedades
 
Todo en eumed.net:
Eumed.net

Congresos Internacionales


¿Qué son?
 ¿Cómo funcionan?

 

15 al 29 de
julio
X Congreso EUMEDNET sobre
Turismo y Desarrollo




Aún está a tiempo de inscribirse en el congreso como participante-espectador.


Próximos congresos

 

06 al 20 de
octubre
I Congreso EUMEDNET sobre
Políticas públicas ante la crisis de las commodities

10 al 25 de
noviembre
I Congreso EUMEDNET sobre
Migración y Desarrollo

12 al 30 de
diciembre
I Congreso EUMEDNET sobre
Economía y Cambio Climático

 

 

 

 

Encuentros de economia internacionales a traves de internet


Este sitio web está mantenido por el grupo de investigación eumednet con el apoyo de Servicios Académicos Internacionales S.C.

Volver a la página principal de eumednet